Leia também:
X Seria esta a pior crise financeira de todos os tempos?

Banheiro: lugar de limpeza e privacidade. Mas nem sempre foi assim!

Conheça a história da evolução dos banheiros na civilização e o significado que ele possui hoje

Bia Sartori - 16/04/2020 10h57

Atualmente, o banheiro até pode ser compartilhado com outras pessoas, e seu uso, geralmente, é privativo. Conhecemos o ambiente designado como banheiro, aquele que tem vaso sanitário, pia e local para banho.

Na Grécia e Roma antiga, os banhos eram comunitários, até mesmo onde eram feitas as necessidades fisiológicas. Imagine algo parecido com uma sala grande, onde havia algo semelhante aos assentos de hoje, que tinham um pequeno canal de água corrente passando por baixo. E todos ficavam lá, conversando e debatendo, numa boa!

Há registros de lugares semelhantes, mas privativos, na Índia (2.500 a.C), Egito (2.000 a.C). Não encontrei registros que expliquem por qual motivo de, na Idade Média, esses conceitos de saneamento terem sido esquecidos. Bom mesmo, era o penico! E simplesmente jogava-se o “nobre conteúdo” pela janela.

Em 1668, na França, houve uma lei que obrigava que toda casa tivesse um ambiente próprio para tais fins. E na Inglaterra, Sir John Harrington criou algo semelhante ao vaso sanitário de hoje. Em 1778, foi inventada a descarga e no ano de 1885, o vaso sanitário de cerâmica.

E o progresso foi acontecendo com muita tecnologia e desenvolvimento de materiais e deixamos de usar “a casinha” fora da casa! Reservatórios de água foram usados para suprir as demandas das pias e das descargas, e chegamos hoje ao que conhecemos como banheiro.

Pelo mundo, a situação ainda é muito triste. A OMS estima que 14% da população mundial não tem acesso às condições sanitárias, o que dirá ao ambiente que denominamos banheiro. Então, não importa se o seu banheiro é grande, pequeno, com banheira, moderno ou antigo. O que importa é: seja grato! Você tem um banheiro para usar!

Dê atenção especial à iluminação geral, que deve ser com lâmpadas frias. Deixe para o espelho a luz um pouco mais quente, denominada branca morna. Essa mistura contribui para uma maquiagem adequada, sem ninguém saindo com cara de fantasma ou palhaço, ok?

Capriche nos detalhes! Pisos podem formar desenhos, trazendo movimento e cores. Os revestimentos podem ser usados somente nas áreas do box, protegendo as paredes da água. Economiza material, e cria uma atmosfera mais leve. E essas paredes podem mudar suas tonalidades e cores de tempos em tempos, renovando seu banheiro sem quebra-quebra. Só uma pintura! Até algumas plantas dão personalidade e aconchego.

Espelhos são imprescindíveis! Quem não guarda na memória lembranças de dividir o espelho, fazendo a barba, a maquiagem ou escovando os dentes, na cumplicidade da amizade e intimidade? Eles são aliados perfeitos aos gabinetes que, abaixo da bancada da pia, acomodam papel higiênico, acessórios e produtos para reposição. Até um cesto para guardar a roupa para lavar. Mas, se você não tem espaço, improvise com um banco, uma escada apoiada na parede para acomodar toalhas e apetrechos.

A organização de produtos e acessórios também ajuda para deixar o ambiente mais agradável, seja em um estilo mais sofisticado, como na simplicidade de pequenos espaços. Nichos, cestos, prateleiras ou suportes nas paredes também são bem-vindos!

Diante dessas premissas, o banheiro passou a ter outro significado que vai além do seu fim imediato. É neste lugar que temos uns minutos de solitude, que a conversa com a gente mesmo acontece, que o olho no olho no espelho reflete nossa verdade, que as mágoas e as lágrimas vão embora com a água do banho, que a cabeça lavada recebe mil ideias frescas. Muitas vezes, é ali que nos preparamos para encontros, ocasiões especiais. É neste espaço que nos arrumamos por fora e por dentro também!

Então, aproveita!

 

Bia Sartori , designer de interiores formada pelo SENAC e pós-graduada pelo IPOG; personal organizer formada pela OZ!, pedagoga com especialização em Orientação Educacional pela PUCC.
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.