Leia também:
X Como lidar com as brigas entre casais

A expressão na forma de vestir e decorar

Um bate-papo com a consultora de moda Camila Diniz

Bia Sartori - 24/04/2020 16h56

Na primeira matéria desta coluna, falei um pouco sobre a escolha do nome e o objetivo de trazer conteúdo técnico e prático, juntamente com a reflexão de que ocupamos espaços no mundo onde nos expressamos, através do nosso modo de viver, revelando o que está no íntimo, no secreto.

E o estilo, que construímos ao longo da jornada, é esta expressão! Hoje, podemos entender um pouco mais sobre a nossa personalidade ou das pessoas, observando as escolhas. Pensando no universo da decoração, onde buscamos ajustar a verdadeira personalidade à expressão revelada nos ambientes, resolvi conversar com a consultora de moda Camila Diniz, que faz exatamente o que eu faço, só que no universo da moda.

Abaixo, uma parte resumida do nosso bate-papo em época de distanciamento social, através da tecnologia. Minha pergunta foi: “Como você percebe as expressões de alguns estilos no modo de vestir? E pela sua experiência, como observa esses estilos revelados na decoração da casa?”

Estilos Clássico e Romântico
“A pessoa de Estilo Clássico gosta de cores sóbrias como o azul, preto, branco, cinza e bege, mas aceita a possibilidades de pequenos toques vibrantes. E tanto na moda, como na decoração, são reveladas por linhas retas e o minimalismo das listras. Já o Estilo Romântico acolhe estampas florais e poás, com harmonia e delicadeza. Em casa geralmente é revelado nas padronagens florais dos tecidos.”

Estilos Dramático e Criativo
“Quem ama o preto, formas e volumes estão na esfera do Estilo Dramático, e que levam o drama e a atitude para a dentro da casa. E de outro modo, mais divertido, o Estilo Criativo é revelado por cores vibrantes, fazendo uma boa mescla com tons neutros, equilibrando estampas geométricas, abstratas e artísticas. Na casa, este estilo se mostra irreverente em objetos e detalhes cheios de arte.”

Estilo Sexy
“A postura marcante que define o Estilo Sexy é o uso do vermelho, texturas, brilhos e animal print. Isso não quer dizer que esses elementos não podem estar presentes em outros estilos, mas aqui estamos falando da predominância, ok?”

Finalizo por aqui, pois existem outros estilos, mas aqui foi só uma oportunidade de reflexão para prestarmos mais atenção em como estamos nos revelando. Ou não!

Nosso trabalho converge, exatamente, quando auxiliamos nosso cliente a ter consciência do próprio estilo, escolhendo cores, formatos e peças que melhor se encaixam para revelar a verdadeira personalidade. Ou seja, sincronizar o que somos, com o que expressamos através do visual, da nossa casa ou da nossa imagem pessoal.

Agora, as perguntas são para você:

Sua casa combina com seu estilo pessoal? Você consegue “se achar” em alguns dos estilos apresentados pela Camila Diniz? Quais elementos você pode colocar em evidência na sua casa, que vão revelar um pouco mais seu estilo e essa conexão com a sua verdadeira personalidade?

Bia Sartori , designer de interiores formada pelo SENAC e pós-graduada pelo IPOG; personal organizer formada pela OZ!, pedagoga com especialização em Orientação Educacional pela PUCC.
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.