CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Moro não aceitou tocar sob a batuta do maestro

Coisas que você NÃO deve economizar

Tentar "esticar" a duração de alguns produtos pode custar caro e colocar a saúde em risco

Anderson de Alcantara - 30/04/2020 11h48

Homem de máscaras observa anúncio sobre coronavírus Foto: EFE/Joédson Alves

Na crise atual, a palavra de ordem é ECONOMIZAR, certo? Certo!

Quem sou eu para discordar, ainda mais já tendo abordado esse tema aqui no Pleno.News por diversas vezes. A questão que eu trago hoje, entretanto, é que tudo o que nós usamos em nossas casas tem uma vida útil. E na correria, acabamos nos esquecendo que certas coisas precisam ser substituídas de tempos em tempos.

Se você está distraído com tantas demandas que tem agora, uma vez que o trabalho e as crianças vieram pra dentro de casa. Ou se apenas está tentando economizar em tudo o que pode, lembre-se que pode haver consequências no uso de peças e produtos desatualizados ou desgastados, como acidentes ou doenças.

Então, dê uma atenção esta semana aos itens abaixo. Use a internet para procurar bons preços, mas não deixe de substituí-los. É o famoso caso onde “o barato sai caro”:

Esponjas de cozinha
Como todos sabem (ainda mais agora), esponjas de lavar louça são locais de reprodução de bactérias. Sanitaristas sugerem substituir as esponjas semanalmente. Mas dá para reciclar a esponja da pia da cozinha para o tanque (para limpar calçados, e outros usos); mas antes desinfecte as esponjas com água quente, detergente e um pouco de vinagre.

Escova de dentes
Substitua as escovas de dentes a cada três ou quatro meses, ou conforme orientação do fabricante que constar na embalagem. Substitua-as imediatamente se as cerdas parecerem desgastadas.Uma ida ao dentista certamente custará mais do que um ano de escovas novas.

Filtros
Filtros limpos protegem contra alérgenos, poluição, poeira, pelos de animais e pólen. Quando os seus filtros de água potável, de máquina de lavar, de aparelhos de ar-condicionado, e outros ultrapassarem a validade ou carga de uso recomendada, não serão mais eficientes e podem ser prejudiciais para a saúde de sua família.

Travesseiros e Almofadas
Um bom travesseiro e uma boa almofada têm o papel de ajudá-lo a dormir ou sentar confortavelmente, apoiando a sua cabeça e pescoço ou sua lombar. Mas com o passar do tempo já não dão esse apoio eficientemente e afetarão o seu sono e até mesmo a sua saúde. Além disso, elas são acumuladores em potencial de ácaros e outros agentes alérgenos. O consenso é que deve-se substituir as almofadas a cada dois anos. E, enquanto não as troca, mantenha-as almofadas limpas periodicamente.

Pneus
Não demore a substituir os pneus do seu carro. Conduzir com pneus ‘carecas’ para poupar algum dinheiro não vale a pena se isso causar um acidente. E isso trará como consequência despesas altas de reparação com o carro e até despesas médicas e responsabilidade pelos danos a terceiros. Além disso, pneus ineficientes aumentam o consumo de combustível.

Tênis de corrida
Tênis não foram concebidos para durar para sempre. À medida que se desgastam, o amortecimento e o suporte que eles fornecem diminuem, o que pode colocá-lo em maior risco de lesão quando você corre ou caminha, durante os exercícios. Você deve substituir seus tênis dependendo do uso que faz deles, quantos anos têm e – principalmente – pelos sinais de desgaste que apresentarem em sua sola e/ou estrutura.

Por hoje fico por aqui, lembrando de que, caso você tenha alguma questão ou dúvida relacionada a Finanças Pessoais, pode enviá-la para redacao@plenonews.com.br e eu terei o maior prazer em responder e tentar lhe ajudar.

Forte abraço e até semana que vem. Sucesso e fique em paz!

Anderson de Alcantara é profissional do mercado financeiro há 30 anos, onde atua como como Planejador Pessoal; e é Professor Titular do Ministério Videira – Educação Financeira à luz da Bíblia.
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo