As férias e o dinheiro

Como não perder o controle das finanças pessoais durante as férias

Anderson de Alcantara - 07/01/2020 10h44

Estamos em janeiro! Período de férias. Época de muito sol, calor e crianças em casa por todo o país !!! 😊

Quem é leitor de nossa coluna há algum tempo, deve estar tirando estas merecidas férias sem dor de cabeça, pois esse assunto já foi abordado aqui – trazendo várias dicas.

Caso você esteja apreensivo, preocupado, sem saber o que fazer, não se desespere! Aqui vão os links para você saber mais como melhorar suas finanças neste período, tendo um tempo de qualidade com a família sem gastar muito (clique aqui para ler); dicas de livros (clique aqui para ver a relação) e também de filmes (clique aqui para ver a relação) sobre finanças para ler/assistir nas férias. Bem como alguns “toques” para o casal botar o papo sobre este assunto em dia, de maneira tranquila, aproveitando a oportunidade que terão de passar um pouco mais de tempo juntos (clique aqui para ler).

Para aqueles que não conseguirão tirar férias em janeiro ou fevereiro, é importante chamar atenção ao calendário deste ano: em 2020 dos nove feriados nacionais, em cinco vai ser possível dar uma esticada – os chamados “Feriadões” – além dos já consagrados Carnaval e Corpus Christi. Sabendo disso, programe-se já e tente combinar as suas férias com algum destes feriados nacionais. Assim você poderá curtir uma viagem de oito ou nove dias gastando apenas três ou quatros dias das suas férias, sobrando mais tempo para descansar. Legal, não?

Se você é dono do seu próprio negócio ou tira férias “picotadas”, aproveite estas ocasiões para explorar um destino perto de casa. Um passeio na sua cidade pode ser uma boa oportunidade para conhecer outros bairros ou novas atrações. Se quiser ir um pouco mais longe, pegue o seu carro e descubra um destino nas redondezas. Ao incluir esses tipos de passeio no seu plano anual de folgas, você vai se sentir mais bem-disposto e descansado durante o ano todo.

Por outro lado, para fugir de tumultos e pagar tarifas mais altas, experimente negociar suas férias/folgas e viaje fora da alta temporada. Os preços costumam baixar nos meses de baixa temporada, principalmente para destinos como praias e estações de inverno. Além de economizar dinheiro, você evitará multidões e provavelmente terá mais opções de hotel. Muitos destinos também oferecem incentivos a pessoas que viajam fora da alta temporada, como descontos nas entradas de atrações ou ofertas especiais.

Fique atento também aos sites de pesquisas, compras coletivas, e trocas de pontos para pagar menos por passagens e hospedagens. PESQUISE BASTANTE e seja flexível. A diária de um hotel mais afastado dos grandes pólos turísticos pode sair mais em conta a ponto de pagar o aluguel de um carro, que poderá ser utilizado nos deslocamentos para todos os programas do passeio naquela localidade. A flexibilidade em relação ao horário e à data dos voos é outro fator que pode fazer você economizar dinheiro. Evite horários de pico como fins de semana ou as manhãs de segunda-feira.

Siga as nossas dicas e tenha excelentes férias!!!

Por hoje fico aqui, lembrando que, caso você tenha alguma questão ou dúvida relacionada a Finanças Pessoais, envie-a para redacao@plenonews.com.br e eu terei o maior prazer em responder e tentar lhe ajudar.

Forte abraço, sucesso, fiquem na paz, e até semana que vem se Deus quiser!

Anderson de Alcantara é profissional do mercado financeiro há 30 anos, onde atua como como Planejador Pessoal; e é Professor Titular do Ministério Videira – Educação Financeira à luz da Bíblia.

Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo