Leia também:
X Mulher morde vizinha após briga sobre como disciplinar cachorro

Vítima de estupro, menina de 12 anos é submetida a aborto

Crime de abuso sexual aconteceu na região andina de Potosí, na Bolívia

Pleno.News - 28/12/2021 09h58 | atualizado em 28/12/2021 10h15

Vítima de estupro, menina de 12 anos é submetida a aborto
[Imagem ilustrativa] Foto: Pixabay
Uma menor, de apenas 12 anos de idade, que ficou grávida após ser estuprada foi submetida a um procedimento de interrupção de gestação, que é permitido pelas leis da Bolívia, conforme divulgou nesta segunda-feira (27) a Defensoria do Povo.

O crime de abuso sexual aconteceu na região andina de Potosí. Inicialmente, foi negado o direito da Interrupção Legal de Gravidez, de acordo com comunicado emitido pelo órgão.

A menor de idade ficou internada em um hospital da região nos dias 7 e 8 deste mês. Os médicos da unidade apontaram uma “objeção de consciência” e uma “abordagem psicológica irregular” no atendimento à vítima do estupro.

A Defensoria do Povo lembrou que, desde 2014, na Bolívia, é permitida a interrupção de gestações em caso de abuso sexual, de incesto, quando o feto não tem possibilidade de vida ou quando a mãe está em risco.

A mudança na legislação permite que o aborto seja realizado nestes casos sem a necessidade de ordem judicial, como era exigido antes.

Segundo a Defensoria do Povo, a interrupção da gestação aconteceu na última sexta-feira (24), e a menor de idade já está em recuperação do procedimento, de acordo com informações da Defensoria do Povo.

O órgão informou que foi iniciada uma investigação sobre o atendimento feito por profissionais de saúde no Hospital Bracamonte, em Potosí, por “violação dos direitos da criança, que deveria ter sido submetida à Interrupção Legal de Gravidez.

Também estão sendo verificadas as ações do Ministério Público da Bolívia para identificar o autor do crime sexual contra a menor e outros possíveis envolvidos, já que, até o momento, nenhum responsável foi preso, conforme apontou a Defensoria do Povo.

*EFE

Leia também1 CNH vai ter novo modelo a partir de 2022. Saiba o que vai mudar!
2 Bolsonaro torna oficial o projeto que regulamenta o Fundeb
3 TCU determina que consultoria informe quanto pagou a Moro
4 Trump elogia Eduardo Bolsonaro em livro, e deputado agradece
5 Total de auditores da Receita que entregaram cargos chega a 738

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.