Leia também:
X EUA: Polícia prende mulher armada em frente ao Capitólio

Vídeo: Milhões de besouros invadem cidade na Argentina

Imagens foram compartilhadas nas redes sociais

Pleno.News - 13/01/2022 16h49 | atualizado em 13/01/2022 17h06

Besouros em cidade argentina Foto: Reprodução/Print de vídeo do YouTube de Telenueve

A cidade de Santa Isabel, em La Pampa, na Argentina, registrou uma invasão de milhões de besouros da espécie Diloboderus abderus. A quantidade de insetos coincide com a chegada de uma forte onda de calor. As informações são do portal UOL.

Vídeos, que mostram uma grande quantidade de besouros na cidade, foram compartilhados nas redes sociais.

A polícia local disse que os insetos estão danificando várias instalações.

– Em alguns casos, [os besouros] danificaram telhados de edifícios. Na delegacia, danificaram o forro e, em um estabelecimento comercial, o teto. Em um posto de gasolina, cobriram os ralos – revelou o delegado Omar Sabaidini, chefe da polícia de Santa Isabel, ao site Info Huella.

O delegado apontou que o fenômeno pode ter sido favorecido pela chegada da onda de calor e pelo excesso da umidade relativa do ar.

O vice-prefeito de Santa Isabel, Cristian Echegaray, também comentou o caso.

– Eles [os besouros] estão por todas as partes; em casas, em lojas. Já me reuni com o Conselho Deliberativo, [com] bombeiros voluntários, [com a] polícia e [com o] pessoal da Administração Provincial de Energia (APE), para discutir medidas. A primeira foi desligar a iluminação pública, já que esse inseto procura locais com iluminação – falou Echegaray.

– Eles [os besouros] caem nos telhados como granizo e também podem ser vistos na estrada, atingindo o para-brisa ou teto dos carros que circulam. Agora resolvemos ficar com a cidade no escuro. Esperamos que dê certo – disse ainda o vice-prefeito.

A invasão começou há cerca de duas semanas e se intensificou com a chegada do calor intenso.

Selene Niveyro, doutora em ciências biológicas e professora do Departamento de Zoologia Agrícola da Faculdade de Agronomia da Universidade Nacional de La Pampa afirmou à publicação argentina que os insetos são inofensivos.

– Embora sejam completamente inofensivos, esses insetos são pesados e colidem violentamente com tudo em seu caminho, por isso é recomendável cobrir o rosto e os olhos para evitar ferimentos por impacto – explicou.

Leia também1 Buenos Aires enfrenta apagão geral em meio à onda de calor
2 Argentina fala em tratar Covid como uma "gripe comum"
3 Juíza é filmada beijando homem que condenou por homicídio
4 'Estão distorcendo a resposta do governo brasileiro', diz embaixador da Argentina
5 Após recusa do governo, Bahia aceita ajuda direta da Argentina

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.