Unicef: Apenas um terço das crianças tem proteção social

Relatório mostrou que nível de ajuda estatal a crianças é de 66% nas Américas

Pleno.News - 06/02/2019 09h38

Crianças sofrem com falta de proteção social Foto: Pixabay

De acordo com dados divulgados nesta quarta-feira (6) pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), apenas um terço das crianças do mundo goza de proteção social. O resultado se refere à média mundial.

Analisando os continentes separadamente, o valor é ainda menor para a Ásia (28%) e para a África (16%). Na Europa e na Ásia Central, a proteção do Estado sobre as crianças chega a 87%. Nas Américas é de 66%.

Na apresentação do relatório, em entrevista coletiva, a diretora do Departamento de Proteção Social da Organização Internacional do Trabalho (OIT), Isabel Ortiz, afirmou que o maior obstáculo é a pobreza.

– Em quase todas as regiões, a pobreza afeta as crianças de maneira desproporcional. Elas têm o dobro de probabilidades do que os adultos de viver em pobreza extrema. As crianças entre 0 e 14 anos são 25% da população mundial, mas só é atribuído 1,1% do Produto Global Bruto à sua proteção social – apontou a diretora.

No entanto, o fato de um país ser de renda média ou baixa, não necessariamente condena suas crianças à desproteção, como mostram os casos bem-sucedidos da Argentina, Chile, Mongólia e África do Sul, que estão em caminho ou já alcançaram a cobertura social universal para elas.

*Com informações da Agência EFE

LEIA TAMBÉM+ Refugiados: 884 menores desapareceram na Alemanha
+ Nos EUA, ator de Hollywood visita crianças com câncer
+ Damares comenta alto índice de crianças nas ruas


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo