Leia também:
X Zelensky afirma que invasão russa está chegando ao fim

Chernobyl: Ucrânia alerta ONU para risco de explosão nuclear

Usina está sob controle dos invasores russos desde 24 de fevereiro

Thamirys Andrade - 30/03/2022 13h29 | atualizado em 30/03/2022 16h16

radiação chernobyl ilja-nedilko-aYvdJEGdsRc-unsplash
[Imagem Ilustrativa] Foto: Unsplash / Ilja Nedilko
Nesta quarta-feira (30), o governo ucraniano emitiu um alerta para o risco de explosão nuclear na usina de Chernobyl, que está sob controle dos invasores russos desde 24 de fevereiro. Em pronunciamento, a vice-primeira-ministra da Ucrânia, Iryna Vereshchuk, pediu que o Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) realize uma “missão especial” para desmilitarizar a área e evitar uma “catástrofe nuclear”.

– Exigimos que o Conselho de Segurança da ONU tome imediatamente medidas para desmilitarizar a zona de exclusão de Chernobyl e introduza uma missão especial da ONU para eliminar o risco de repetição de uma catástrofe nuclear – declarou Vereshchuk.

O chefe da agência de vigilância nuclear da ONU, Rafael Mariano Grossi, está em missão na Ucrânia. De acordo com ele, o “conflito militar está colocando as usinas nucleares da Ucrânia e outras instalações com material radioativo em perigo sem precedentes”.

Desde que a usina foi tomada no final de fevereiro, a zona de exclusão de Chernobyl tem registrado incêndios. De acordo com inspetores de atividades nucleares da Ucrânia, também houve um aumento no nível de radiação no local nos últimos dias.

Além disso, funcionários da usina denunciaram a agências internacionais de notícias que militares russos estariam levantando nuvens de poeira radioativa na região. Isso porque os soldados estariam dirigindo veículos pela região da Floresta Vermelha. O local possui níveis altíssimos de radiação, o que oferece graves perigos de saúde para os próprios militares.

Leia também1 Zelensky afirma que invasão russa está chegando ao fim
2 Romênia decide distribuir pílulas de iodo por risco nuclear
3 Palestino mata cinco pessoas durante ataque em Tel Aviv
4 Evo Morales cita Lula e fala em "rebelião democrática"
5 Comandante admite possível falha da Inteligência dos EUA sobre guerra

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.