Leia também:
X Presidente do México deseja boa recuperação a Bolsonaro

Twitter bane deputada dos EUA que questionou vacinas

Marjorie Taylor Greene é defensora do ex-presidente Donald Trump

Pleno.News - 03/01/2022 15h44 | atualizado em 03/01/2022 16h02

Deputada Marjorie Taylor Greene, dos Estados Unidos Foto: EFE/EPA/MICHAEL REYNOLDS

O Twitter decidiu banir a conta da deputada Marjorie Taylor Greene, dos Estados Unidos (EUA). A medida é permanente e foi justificada pelo Twitter ao dizer que a parlamentar violou políticas sobre informações a respeito da Covid-19.

Greene é defensora do ex-presidente Donald Trump e chegou a publicar, em seu Twitter, no sábado (1º), notícias sobre “quantidades extremamente altas de morte por vacina”.

A deputada já havia sofrido uma punição em agosto, ao afirmar que as vacinas da Covid-19 estavam “falhando”. Mas, desta vez, a rede social decidiu pela suspensão permanente.

Em seu canal no Telegram, Marjorie Taylor Greene comentou a decisão do Twitter e disse que a empresa é um “inimigo da América e não consegue lidar com a verdade”.

A parlamentar ainda afirmou que “eles não podem completar com sucesso uma revolução comunista quando as pessoas dizem a verdade”.

Leia também1 Web denuncia 'ódio do bem' após Zé de Abreu atacar Bolsonaro
2 Censo: IBGE prorroga prazo de inscrições de processo seletivo
3 Ministros relembram facada e pedem oração por Bolsonaro
4 Ciro Gomes desafia Sergio Moro para debate sobre economia
5 Felipe Neto gasta mais de R$ 60 mil para "se sentir melhor"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.