Leia também:
X 1º vez na Colômbia: Paciente não terminal consegue eutanásia

Trump promete lançar sua própria rede social em fevereiro

Republicano criou a TRUTH Social após ser banido do Twitter

Gabriela Doria - 09/01/2022 15h31 | atualizado em 09/01/2022 15h40

Ex-presidente Donald Trump lançará sua própria rede social Foto: EFE/David Maxwellresumen

O ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, lançará no dia 21 de fevereiro a sua nova rede social, a TRUTH Social. A plataforma exclusiva do magnata irá ao ar no mesmo dia em que se comemora o Dia do Presidente nos EUA.

A rede social é uma promessa do republicano desde que ele foi banido permanentemente do Twitter. A plataforma alegou que o ex-presidente divulgou fake news e incitou seus seguidores a invadirem o Capitólio, em janeiro de 2021. Na ocasião, os congressistas confirmavam a vitória do então candidato Joe Biden nas eleições presidenciais.

A TRUTH Social já está disponível na App Store para usuários do sistema iOS. A rede social terá um sistema parecido com o do Twitter, e será possível digitar mensagens e publicar vídeos e fotos. Ao invés fazer um “tuíte”, o usuário publicará uma “truth” (“verdade”, em português).

Na App Store, o aplicativo TRUTH é descrito como “uma nova maneira de descrever a ‘inclusão’ na América”.

– Mantenha-se informado sobre as últimas notícias enquanto fica conectado diretamente com as pessoas que o influenciam – não fique chocado se eles transformarem sua “Truth” em um vírus! – destaca a plataforma em sua descrição.

Leia também1 Twitter 'barra' conta da mãe de jovem que morreu após vacina
2 Moro nega ter enriquecido nos EUA: “Bobagem e mentira”
3 Banco Citigroup se prepara para demitir funcionários sem vacina
4 Defensores pedem que ministério informe sobre 'efeitos adversos da vacina em crianças'
5 Para bilionário, Mastercard e Visa sairão 'perdedoras' em 2022

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.