Leia também:
X Colômbia: Ministro renuncia após 19 mortes em protestos

Trem cai em avenida na Cidade do México e deixa 23 mortos

Descarrilamento aconteceu após viaduto ruir e trem desabar sobre avenida da capital mexicana

Paulo Moura - 04/05/2021 08h14 | atualizado em 04/05/2021 15h48

Um gravíssimo descarrilamento envolvendo um trem do metrô da Cidade do México resultou na morte de 23 pessoas, na noite de segunda-feira (3), após um viaduto desabar na capital mexicana. O ocorrido deixou outras 65 pessoas feridas, segundo a prefeita da cidade, Claudia Sheinbaum. Há crianças entre as vítimas, e sete dos feridos estão em estado grave.

O viaduto que faz parte da linha 12 do Metrô da cidade, que vai de Mixcoac a Tláhuac, ruiu entre as estações Los Olios e Tezonco por volta de 22h30 (horário local, 0h30 de terça-feira em Brasília). A estrutura e dois vagões desabaram sobre veículos que circulavam na avenida Tláhuac.

Diversos feridos conseguiram sair dos vagões por conta própria, e uma pessoa saiu com vida de um automóvel que foi esmagado pelos escombros do viaduto, segundo a prefeita. Dezenas de socorristas e bombeiros trabalharam durante a madrugada para retirar passageiros dos escombros, mas o resgate precisou ser interrompido pelo risco de colapso.

– Por enquanto, interrompemos o resgate porque o metrô está muito instável. Uma grua vai chegar para ajudar – afirmou a prefeita da Cidade do México.

Segundo Sheinbaum, a suspeita é de que uma viga da estrutura do metrô cedeu, mas a causa do acidente ainda será investigada. José Martínez, um dos passageiros diários da Linha 12 do metrô, disse, emocionado, que normalmente pega o trem em direção a Tláhuac, mas que escapou do acidente por não conseguiu embarcar a tempo, após sair do trabalho.

– Fui salvo por cerca de 15 minutos; ainda bem que nada me aconteceu – afirmou Martínez.

Este é o segundo acidente no metrô da capital mexicana este ano. Em janeiro, um incêndio nas instalações de controle do metrô deixou uma pessoa morta e 29 intoxicadas. Em março do ano passado, uma pessoa morreu e 41 ficaram feridas após dois trens colidirem dentro de uma estação.

Leia também1 CPI: Aziz diz que há chance de convocar Guedes e governadores
2 Vereador Jairinho vira réu em caso de tortura contra filha de ex
3 Ministério define 12 semanas de intervalo entre doses da Pfizer
4 Apresentadora do SBT atropela funcionário no estacionamento
5 Colômbia: Ministro renuncia após 19 mortes em protestos

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.