Leia também:
X Covid-19: França vê melhora de pacientes em estado grave

Torre Eiffel reabre ao público no próximo dia 25

Monumento mais visitado do mundo ficou mais de três meses fechado ao público devido à pandemia da Covid-19

Pleno.News - 09/06/2020 15h30 | atualizado em 09/06/2020 16h03

Torre Eiffel reabrirá ao público no próximo dia 25 Foto: Pexels

Depois de mais de três meses fechada ao público devido à pandemia da Covid-19, a Torre Eiffel, o monumento mais visitado do mundo, reabrirá no próximo dia 25, de acordo com o anúncio feito nesta terça-feira (9) pela empresa que administra o monumento parisiense.

A reabertura ocorrerá com rigorosas “medidas de segurança” para preservar a saúde dos visitantes e trabalhadores do monumento.

– Estamos ansiosos para que a Torre receba os visitantes novamente, é claro, em conformidade com as medidas de proteção e as normas de saúde em vigor – disse o diretor-geral da empresa, Patrick Branco Ruivo.

Para acessar o edifício, recomenda-se a compra de ingressos on-line, o uso de máscaras será obrigatório e uma sinalização será exibida em todo o monumento para gerir a ordem dos visitantes, cujo número será limitado tanto no andares quanto na entrada da torre, onde haverá uma desinfecção diária dos espaços públicos.

Inicialmente, o acesso será feito exclusivamente por escadas e até o segundo andar, com a entrada na ala leste e a saída na oeste para minimizar o contato entre os visitantes.

O elevador principal não será aberto de momento e seu uso dependerá da evolução da crise de saúde, embora a intenção seja reativá-lo durante o verão europeu.

O monumento fechou o acesso do público por um período indeterminado, no dia 13 de março, devido à pandemia do novo coronavírus, embora tenha aproveitado seu simbolismo para se juntar às demonstrações de solidariedade aos profissionais da saúde e às vítimas da Covid-19.

*Com informações da Agência EFE

Leia também1 Hotel americano terá que encerrar operações em Cuba
2 'Não somos leprosos', diz ministro da Itália a restrições
3 Trump proíbe voos de linhas aéreas da China aos EUA

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.