Leia também:
X Câmara dos Representantes dos EUA aprova lei pró-aborto

Tempestade de neve mata cinco alpinistas em monte na Rússia

Monte Elbrus é a montanha mais alta da Europa

Pleno.News - 24/09/2021 18h10 | atualizado em 24/09/2021 18h11

Operação de resgate durou quase cinco horas Foto: Russian Emergency Ministry

Cinco alpinistas morreram depois de ficarem presos em uma tempestade de neve no Monte Elbrus, na Rússia, a montanha mais alta da Europa, disseram autoridades.

Mais 14 integrantes do grupo foram resgatados no pico da Cordilheira do Cáucaso sob ventos intensos, visibilidade baixa e temperatura de 20 graus Celsius negativos, conforme informou o Ministério de Emergências regional.

O grupo de alpinistas russos enviou um pedido de socorro pouco depois das 17h dessa quinta-feira (23), no horário local. Onze dos sobreviventes foram levados ao hospital. Uma mulher adoeceu e morreu nos braços de um dos guias, Denis Alimov, que ajudou a organizar a escalada.

De acordo com Alimov, outro alpinista quebrou a perna quando descia, e a equipe decidiu se dividir em três grupos dependendo de quem poderia ir mais rápido.

– Enquanto desciam, mais duas pessoas morreram em um dos grupos. Mas a decisão de se dividir foi certa, de outra maneira poderia ter havido mais baixas – acrescentou.

Guias do grupo sofreram queimaduras de frio e outros ferimentos. O Monte Elbrus, que tem 5.642 metros de altura e se localiza ao norte da fronteira com a Geórgia, é conhecido por suas mudanças repentinas no clima e nas condições de escalada.

*Agência Brasil

Leia também1 Trump processa New York Times e pede 100 milhões de dólares
2 Pastor cita caos no mundo e diz sentir falta de Donald Trump
3 Nova CEO da Marvel pode mudar nome X-Men em prol da inclusão
4 Talibã diz não saber se retomará amputações e execuções
5 Homem sobrevive após ferro cruzar pescoço: 'Sou um milagre'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.