Leia também:
X Putin reclama de acusações dos EUA sobre ataques cibernéticos

Suspeito de canibalismo é preso com 3,7 mil pedaços de ossos

Investigadores acreditam que restos mortais seriam de pelo menos 17 vítimas mortas por assassino em série

Paulo Moura - 14/06/2021 11h01 | atualizado em 14/06/2021 11h21

Investigação encontrou quase 4 mil pedaços de ossos Foto: Reprodução

A polícia do México afirmou ter encontrado 3.787 pedaços de ossos humanos, no último sábado (12), embaixo da casa de um homem acusado de ser um assassino em série. De acordo com a agência de notícias Associated Press, a suspeita é de que o homem, que supostamente pratica canibalismo, teria guardado os restos mortais de pelo menos 17 vítimas.

Os investigadores estavam escavando o chão da casa do suspeito desde o último dia 17 de maio. Além dos pedaços pequenos de ossos, os agentes afirmam ter encontrado sapatos femininos, maquiagens, oito telefones celulares, uma lista de nomes e gravações de áudio e vídeo, sugerindo que ele pode ter gravado suas vítimas.

O homem de 72 anos, que é açougueiro aposentado, já foi condenado pelo assassinato da mulher de um policial em serviço. Questionado, o homem chegou a dizer em um tribunal que arrancou a pele do rosto de uma mulher pois a achava “muito bonita”.

Não há informações de homens que teriam sido vítimas do suposto assassino em série. Por outro lado, os policiais dizem ter encontrado carteiras de identidade de mulheres desaparecidas há anos durante as investigações na casa dele.

Os promotores do caso trabalham com a possibilidade de o açougueiro ter matado suas vítimas em parte de um ritual para comê-las. Apesar dos milhares de fragmentos de ossos encontrados, a polícia ainda não investigou a casa inteira do suspeito. Por conta disso, não há uma estimativa do total de vítimas que ele teria assassinado.

Leia também1 Messi revela 'medo' de contrair a Covid durante a Copa América
2 São Luís imuniza jovens a partir dos 25 anos sem comorbidades
3 Espanha apreende 800 quilos de cocaína em abacaxis do Brasil
4 Governo autoriza uso da Força Nacional em terra Yanomami
5 China critica G7 por declaração conjunta "difamatória"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.