Leia também:
X Após parada cardíaca em campo, jogador Eriksen recebe alta

Spotify se incomoda com baixa produção de Harry e Meghan

Casal assinou acordo de R$ 125 milhões e só trabalhou em um podcast para o streaming em seis meses

Thamirys Andrade - 18/06/2021 16h43 | atualizado em 18/06/2021 16h48

Príncipe Harry ao lado da esposa Meghan Markle Foto: EFE

Desde que assinaram um acordo 18 milhões de libras (R$ 125 milhões) com o Spotify em dezembro para a produção de uma série de podcasts, o príncipe Harry e sua esposa, Meghan Markle, só trabalharam em um epísódio de 35 minutos. A inatividade causou insatisfação em meio aos executivos da empresa, segundo informações do jornal The Sun.

Tudo indica que a espera deve se prolongar um pouco mais. Fontes revelaram que o casal tirou uma licença de 20 semanas (o equivalente a cinco meses) por conta do nascimento da filha Lilibet Diana no dia 4 de junho.

Para o comentarista de assuntos da realeza, Phil Dampier, a licença-paternidade não deve ter sido bem recebida pelos executivos das empresas que fecharam contratos comerciais com o casal. De acordo com Dampier, o duque e a duquesa de Sussex “têm muito com que se preocupar”.

– Estamos sendo informados de que eles terão até cinco meses de folga e as pessoas que estão lhes pagando muito dinheiro esperam algo em troca – disse o comentaria ao The Sun.

A questão fez com que especialistas na família real ponderassem se o casal, que também selou acordo milionário com Netflix, pode ter assumido trabalhos demais. Dampier, porém, frisou que, apesar da demora, as empresas saem ganhando por terem feito negócios com o casal.

– Mesmo que os programas ainda não tenham se materializado, é uma situação ganha-ganha para o Spotify ter duas das pessoas mais famosas do mundo conectadas a eles.

Em entrevista à apresentadora Oprah Winfrey em março deste ano, Meghan e Harry contaram nunca terem planejado fechar contratos com as gigantes do streaming, mas decidiram aceitar por precisarem de recursos para custear a sua segurança. Ao desistirem dos cargos na realeza se mudarem para os Estados Unidos, o duque e a duquesa de Sussex perderam direito a auxílios financeiros e à proteção bancada pela Coroa.

Leia também1 Vestido de casamento de Lady Di ganha exposição em Londres
2 Philip deixou parte da fortuna de R$ 224 mi para funcionários
3 Harry diz que Primeira Emenda dos EUA é 'maluca' e é rechaçado
4 Depressão de Meghan fez Harry reviver a morte da mãe, Lady Di
5 Harry diz que nascer na realeza é como viver em um zoológico

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.