Leia também:
X Síria: Forças Democráticas dão fim a último reduto terrorista

Sobe para 417 o número de mortos no Moçambique

Equipes de agentes especiais desembarcaram no país pela manhã desta sábado

Rafael Ramos - 23/03/2019 14h02

Subiu para 417 o número de mortos no Moçambique após a passagem do ciclone Idai, no dia 14 de março, no sudoeste da África. O país ainda precisa lidar com os 1.528 feridos. Somando ao número de vítimas em Zimbábue (259) e Malawi (56), o atingidos pelo desastre já são mais de 700.

De acordo com o ministro responsável pelas operações em Beira, Carlos Agostinho do Rosário, o governo já esperava um aumento no número de mortos e mais vítimas podem ser registradas nos próximos dias. Um avião da Força Aérea Portuguesa aterrizou na cidade de Beira, na manhã deste sábado, com uma equipe de peritos da Autoridade Nacional de Proteção Civil, agentes da Força Especial de Bombeiros, da Guarda Nacional Republicana e do Instituto Nacional de Emergência Médica.

Grande parte de Moçambique está alagada e sem comunicações. Mais de 180 mil pessoas foram afetadas no distrito de Búzi, em Sofala. O Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC) está usando drones para vasculhar áreas isoladas onde moradores ficaram sitiados.

Leia também1 Veja 25 imagens que mostram a destruição do ciclone Idai
2 Após ciclone, Moçambique enfrenta casos de cólera
3 Ciclone destrói universidade cristã em Moçambique

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.