Leia também:
X Canadá: Caminhoneiros fazem atos contra vacina obrigatória

Site oferece US$ 100 milhões por podcasts ‘sem censura’ de Rogan

Oferta foi divulgada pelo Rumble Inc em suas redes sociais

Pleno.News - 07/02/2022 20h22 | atualizado em 08/02/2022 11h55

Joe Rogan recebeu oferta de 100 milhões de dólares Foto: Reproduçãoi/Print de vídeo do podcast de Joe Rogan

Após o Spotify retirar do ar mais de 100 episódios do podcast The Joe Rogan Experience sem aviso prévio, o apresentador Joe Rogan recebeu uma oferta de outra plataforma. O Rumble Inc ofereceu a Rogan um contrato de 100 milhões de dólares por um período de quatro anos para ter disponibilizado todos os seus programas “sem censura”.

Em uma publicação nas redes sociais feita nesta segunda-feira (7), o Rumble, um site conservador semelhante ao YouTube, publicou um e-mail enviado pelo seu CEO, Chris Pavlovski, a Rogan.

– Caro Joe, nós estamos com você, seus convidados e sua legião de fãs que querem conversas reais. Que tal trazer todos os seus programas para o Rumble, tanto os antigos quanto os novos, sem censura, por 100 milhões de dólares ao longo de quatro anos? – informou.

Rogan vem sendo criticado por dar espaço em seu programa a médicos contrários à vacinação contra a Covid-19. Com isso, artistas como Neil Young e Joni Mitchell retiraram suas músicas do catálogo do Spotify em forma de protesto.

A plataforma não divulgou oficialmente o motivo da remoção dos conteúdos. No entanto, a polêmica da vacina não parece ser a única razão. De acordo com o JREMissing, que identifica automaticamente a retirada de conteúdos do serviço de streaming, entre os episódios excluídos encontram-se vários nos quais o podcaster dá declarações com termos considerados racistas.

Leia também1 Nikolas Ferreira expõe politização da morte de congolês no RJ
2 Com 2,4%, João Doria promete 'combater' Alckmin e Lula
3 109 autoras influentes lançam a Bíblia de Toda Mulher
4 Vereador petista que invadiu igreja pode perder mandato
5 Canadá: Caminhoneiros fazem atos contra vacina obrigatória

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.