Leia também:
X Elon Musk desafia Putin para ‘duelo individual’ pela Ucrânia

Russo se algema à porta do McDonald’s contra o fechamento

A gigante de fast-food emprega cerca de 62 mil pessoas no país

Monique Mello - 14/03/2022 12h12 | atualizado em 14/03/2022 12h57

Homem algemado na porta do McDonald’s foi detido por policiais Foto: Reprodução/Vídeo do Twitter

Luka Safronov, pianista clássico russo e filho do artista Nikas Safronov, algemou-se à porta de uma loja do McDonald’s, situada na praça Púchkin, em Moscou, capital da Rússia. A atitude foi em protesto contra o fechamento das lojas da rede norte-americana no país.

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento em que o pianista é detido por policiais.

– Eles não têm o direito de fechar! – gritou o Luka Safronov antes de ser levado pelos agentes.

Alguém no meio da multidão que assiste a cena grita: “Em seis semanas, eles vão reabrir com outro nome!”.


A gigante de fast-food anunciou o fechamento temporário de 850 lojas na Rússia, na última terça-feira (8), como uma retaliação à invasão da Ucrânia pelas tropas de Vladimir Putin.

Chris Kempczinski, CEO do McDonald’s, disse em um comunicado que “não pode ignorar o sofrimento humano desnecessário que se desenrola na Ucrânia”.

– Neste momento, é impossível prever quando poderemos reabrir nossos restaurantes na Rússia. Estamos passando por interrupções em nossa cadeia de suprimentos, juntamente com outros impactos operacionais. Também acompanharemos de perto a situação humanitária – declarou o executivo.

O McDonald’s está há mais de 30 anos na Rússia e, atualmente, emprega 62 mil pessoas no país.

Leia também1 Elon Musk desafia Putin para 'duelo individual' pela Ucrânia
2 Rússia nega ter pedido ajuda à China para invadir a Ucrânia
3 Bolsonaro é questionado sobre sanções do governo à Rússia
4 Zelensky afirma que poderia encontrar Putin em Israel
5 Biden proíbe compra de vodka, caviar e diamantes russos

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.