Leia também:
X Estados Unidos ajudarão Brasil a executar medidas pelo clima

Reino Unido aprova pílula da MSD para tratamento de Covid

País é primeiro do mundo a dar a autorização

Monique Mello - 04/11/2021 11h49 | atualizado em 04/11/2021 12h08

Molnupiravir terá o nome comercial de Lagevrio Foto: Divulgação / Merck & Co

O Reino Unido anunciou nesta quinta-feira (4) que aprovou uma pílula antiviral contra a Covid-19, desenvolvida conjuntamente pela farmacêutica Merck Sharp & Dohme (MSD) e pela Ridgeback Biotherapeutics. A aprovação foi por meio do órgão regulador de medicamentos britânico, tornando a terra da Rainha Elizabeth II a primeira nação a aprovar um medicamento contra a doença do novo coronavírus.

– Hoje é um dia histórico para nosso país, porque o Reino Unido é agora o primeiro país do mundo a aprovar um antiviral contra a Covid-19 que pode ser tomado em casa – afirmou o ministro da Saúde, Sajid Javid, em um comunicado.

A Agência Regulatória de Medicamentos e Produtos de Saúde (MHRA) recomendou que o medicamento, chamado molnupiravir, seja usado o mais rapidamente possível após um diagnóstico positivo de Covid-19 e cinco dias após o início dos sintomas.

– Isto mudará a situação para os mais vulneráveis e os imunodeprimidos, que em breve poderão receber o tratamento revolucionário – acrescentou Sajid Javid.

Ainda não está claro se o comprimido será vendido em farmácias. De acordo com a agência britânica, ainda haverá a confirmação de como o medicamento será destinado aos pacientes. O medicamento terá o nome comercial de Lagevrio.

Em reação à notícia, a ação da Merck subia mais de 2% nos negócios do pré-mercado em Nova York, por volta das 8h45 (de Brasília). Nos Estados Unidos, conselheiros da agência reguladora se reunirão este mês para discutir se o molnupiravir será aprovado.

Leia também1 Pfizer recruta brasileiros para testar antiviral contra a Covid
2 Advogados conservadores lutam para barrar passaporte sanitário
3 Diretores da Anvisa são alvos de nova ameaça de morte
4 Biden: Vacinar crianças é passo importante para controlar Covid
5 Doria 'pressionará' Anvisa para vacinar crianças de 5 a 11 anos

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.