Leia também:
X Camilla Parker Bowles se torna rainha consorte britânica

Professor cristão é preso por não chamar aluno trans de ‘ela’

O educador estava afastado da escola enquanto um processo administrativo analisava seu caso

Leiliane Lopes - 08/09/2022 18h15 | atualizado em 08/09/2022 18h30

Professor Enoch Burke é preso em escola na Irlanda Foto: Captura de vídeo RTE

Um professor cristão foi preso na última segunda-feira (5) no condado de Westmeath, Irlanda, por ter violado uma ordem judicial que o proibia de lecionar ou mesmo estar presente no campus Wilson’s Hospital School.

O professor Enoch Burke estava impedido de voltar a lecionar por ter se recusado a chamar um aluno em transição de gênero de “ela”.

A decisão do educador fez com que a escola optasse por colocá-lo em licença administrativa remunerada até que um processo disciplinar fosse concluído.

Burke esteve na escola na última sexta-feira (2) e, por isso, o juiz do Tribunal Superior, Michael Quinn, emitiu um mandado de prisão para caso o professor voltasse a entrar na escola; o que aconteceu na segunda quando ele foi encontrado em uma sala de aula vazia.

Segundo o Irish Times, ao ser preso e levado ao tribunal, o educador declarou que era perseguido por “não chamar um menino de menina” e explicou sua posição sobre a transexualidade.

– A transexualidade vai contra minha crença cristã. É contrária às Escrituras, contrária à ética da Igreja da Irlanda e da minha escola – completou ele citando que a escola faz parte de uma igreja, portanto, é uma escola cristã.

Leia também1 Trans mata amigo e assume identidade dele para roubar bens
2 Ex-trans se arrepende e critica transição de gênero em crianças
3 Estudante trans agride aluna por oposição ao uso de banheiro
4 Campanha na França diz que "homem pode engravidar"
5 Apresentador Gilberto Barros é condenado por homofobia

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.