Leia também:
X Pesquisa: Maioria dos peruanos vê “indícios” de fraude eleitoral

Presidente eleito do Irã rejeita possibilidade de falar com Biden

Ultraconservador não tem interesse em diálogo com o Ocidente

Pleno.News - 21/06/2021 21h23

Presidente eleito do Irã Ebrahim Raisi Foto: EFE/EPA/Abedin Taherkenareh

O ultraconservador Ebrahim Raisi deu nesta segunda-feira (21) sua primeira entrevista como presidente eleito do Irã. A jornalistas, ele disse que apoia as negociações para retomar o acordo nuclear de 2015, mas rejeita categoricamente qualquer possibilidade de encontro com o presidente dos EUA, Joe Biden, mesmo que Washington suspenda todas as sanções contra o país.

O clérigo linha-dura afirmou que sua prioridade em termos de política externa é melhorar as relações do Irã com seus vizinhos árabes do Golfo Pérsico, embora o discurso em tom impositivo não tenha deixado muita esperança de entendimento. Nesta segunda-feira, por exemplo, Raisi pediu à Arábia Saudita, histórico rival regional dos iranianos, que pare imediatamente sua intervenção no Iêmen.

Raisi, de 60 anos, um crítico contundente do Ocidente, assumirá o lugar do pragmático Hassan Rohani no dia 3 de agosto. Até lá, o Irã ainda tenta salvar o acordo nuclear e se livrar das sanções econômicas dos EUA, que prejudicaram a economia iraniana.

– Apoiamos as negociações que garantem nossos interesses nacionais. A América deve retornar imediatamente ao acordo e cumprir suas obrigações – disse Raisi.

As negociações nucleares estão em andamento em Viena, na Áustria, desde abril. Iranianos e americanos buscam uma maneira de ressuscitar o pacto que os EUA abandonaram em 2018, por decisão do então presidente Donald Trump, que restabeleceu as sanções ao país.

Diante da retirada dos EUA, o Irã começou a violar os termos do acordo – especialmente com relação ao enriquecimento de urânio –, que haviam sido projetados para minimizar o risco de o país desenvolver armas nucleares, uma ambição que o governo iraniano nega.

CASA BRANCA DESCONVERSA
A Casa Branca minimizou as declarações de Raisi, dizendo que nenhuma reunião foi planejada, e lembrando que, na verdade, o líder supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei, é quem realmente toma as decisões em Teerã.

– Atualmente não temos nenhuma relação diplomática com o Irã ou nenhum plano de nos reunirmos em nível de liderança. Nossa visão é que o líder supremo é quem toma as decisões – disse a porta-voz de Biden, Jen Psaki.

*AE

Leia também1 EUA restringem compras de equipamentos de Huawei e ZTE
2 México pode 'perder' Copa de 2026 por 'homofobia' da torcida
3 Casa Branca cogita um encontro entre Joe Biden e Xi Jinping
4 EUA: Suprema Corte permite que abrigo cristão vete pais LGBTs
5 Biden se irrita e ataca repórter: "Você está no ramo errado"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.