CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X MP da Bolívia pede prisão de Evo Morales por terrorismo

Presidente da Polônia quer proibir adoção por casais gays

Andrzej Duda iniciou cruzada anti-LGBT no país

Gabriela Doria - 06/07/2020 21h26

O presidente da Polônia, Andrzej Duda, quer alterar a constituição do país a fim de impedir casais homoafetivos de adotarem filhos. Duda tenta conquistar a reeleição no segundo turno presidencial.

O presidente é aliado do Partido Nacional da Lei e Justiça, sigla conservadora que considera os direitos LGBT como uma influência de estrangeiros que ameaça o valores tradicionais da Polônia.

Apesar da intenção, o caminho para aprovação da lei depende do apoio de outros partidos, já que a legenda de Duda não tem cadeiras suficientes no parlamento para aprovar a medida. Duda e seus aliados tentam obter o apoio de outros grupos conservadores.

– Estou convencido de que, graças a isso, a segurança e a preocupação com o bem-estar das crianças serão garantidas em uma extensão muito maior – disse Duda em Varsóvia.

A lei, se aprovada, permitirá apenas que casais heterossexuais adotem filhos. Os tribunais locais poderão verificar os casais para garantir que fazem parte do perfil exigido.

Neste ano, a Polônia foi classificada como o pior país europeu em relação aos direitos LGBT. A conclusão é de uma pesquisa feita pela ONG belga Ilga.

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo