Leia também:
X Covid: Putin diz que vacinas russas são “seguras e eficazes”

Trump sobe o tom: “Temos que fazer algo sobre o Google”

Presidente atacou gigante da tecnologia

Gabriela Doria - 29/10/2020 16h59 | atualizado em 29/10/2020 17h22

Presidente Donald Trump fez duros ataques a gigantes da tecnologia Foto: EFE/Peter Foley

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fez duros ataques às grandes empresas de tecnologia nesta quinta-feira (29), em comício em Tampa, na Flórida.

– Temos de fazer algo sobre o Google – afirmou, dizendo que a companhia está ligada a fake news, e acusou as big techs de não escreverem que o candidato democrata Joe Biden é corrupto.

Trump dirigiu às empresas de tecnologia ataques que normalmente faz a parte da imprensa, em especial à CNN e ao jornal New York Times, também alvos de diversas críticas durante o ato de campanha.

Sobre a pandemia, o republicano afirmou que a vacina contra a Covid-19 estará disponível de graça a todos nas próximas semanas, assim como um medicamento da Eli Lilly.

– Fizemos um grande acordo com a China, antes da praga – afirmou Trump, culpando Pequim pela pandemia. Citando commodities, afirmou que a “China está comprando em valores recordes, pois sabe que eu vou ganhar”.

Além disso, afirmou que as ações estão caindo pois em caso de vitória de Biden, o país terá sua maior depressão na história.

A Flórida é o estado com mais representantes no Colégio Eleitoral dentre os chamados swing-states, que não tem uma orientação tradicionalmente definida. A vitória no Estado é vista como fundamental para as ambições de reeleição de Trump.

No momento, o FiveThirtyEight coloca Biden à frente nas pesquisas no Estado, com uma diferença de 2,1 pontos porcentuais.

*Estadão

Leia também1 Bolsonaro não descarta que Covid tenha sido 'arma biológica'
2 Senador critica Twitter, Facebook e Google: "Ameaça à liberdade de expressão"
3 Maduro oferece diálogo a quem vencer eleições nos EUA
4 Facebook, Twitter e Google na mira do Senado dos EUA
5 Joe Biden: Saiba mais sobre o oponente de Donald Trump

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.