Trump cruza fronteira entre as Coreias e encontra Kim

Ele é o primeiro presidente dos EUA a pisar em território norte-coreano

Pleno.News - 30/06/2019 12h14

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se encontrou com o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, na fronteira entre as Coreias do Sul e do Norte. O encontro marca uma nova era na diplomacia entre EUA e Coreia do Norte tem o objetivo de reativar o diálogo entre as duas Coreias, que vivem em guerra desde 1950.

É a primeira vez que líderes de EUA e Coreia do Norte se reúnem nesta fronteira. Além disso, Trump cruzou a linha divisória e se tornou o primeiro presidente americano a pisar em território norte-coreano.

Primeiro, Trump saiu do prédio conhecido como Freedom House (Casa da Liberdade, em tradução livre). O prédio fica na parte Sul da Zona de Segurança Conjunta (JSA), região desmilitarizada considerada uma zona “neutra” na fronteira entre as duas Coreias.

Kim estava do lado norte da JSA e se encaminhou até a demarcação militar entre os dois países. Lá, o presidente americano já o aguardava.

Os dois se cumprimentaram com um aperto de mão e trocaram breves palavras.

– Alegro-me de vê-lo de novo. Jamais esperava vê-lo neste lugar – disse Kim a Trump.

Em seguida, Trump cruzou a linha divisória fez história a pisar no lado norte-coreano da fronteira. Após alguns instantes ambos cruzaram de novo para a faixa sul da zona desmilitarizada.

– Trata-se de um momento histórico que pretende pôr fim ao conflito na península – disse Kim, que qualificou o gesto de Trump de “valente”.

O presidente americano disse que “estão acontecendo coisas muito positivas” na península por causa do aproximação entre Washington e Pyongyang iniciado no ano passado.

– Nos reunimos e gostamos um do outro desde o primeiro dia e isso é o que importa – acrescentou o presidente americano.

O líder republicano reafirmou ainda o convite para que Kim fosse à Casa Branca.

Após outro aperto de mãos, Kim cumprimentou o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, que também foi à fronteira.

*Com informações da Agência EFE.

LEIA TAMBÉM+ Trump: "Bolsonaro é especial e muito amado pelo seu povo"
+ G20: Jair Bolsonaro convida Macron para visitar Amazônia
+ Bolsonaro e Trump se reúnem no G20 e discutem Venezuela


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo