Leia também:
X Incêndios florestais na França fazem pessoas deixarem casas

Texas processa o governo Biden por decreto sobre o aborto

Processo foi aberto nesta quinta-feira

Pleno.News - 15/07/2022 14h56 | atualizado em 15/07/2022 18h50

Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden Foto: EFE/Chris Kleponis

Nesta quinta-feira (14), o estado do Texas entrou com um processo contra o governo do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, por considerar que o decreto emitido para proteger o direito ao aborto é contrário às leis estaduais.

A denúncia considera que a ordem executiva do presidente obriga hospitais e médicos a “cometer crimes e comprometer suas licenças” concedidas sob a lei do Texas.

Para o Texas, a resposta do governo federal à decisão da Suprema Corte do último mês de junho, que revogou as garantias judiciais do direito ao aborto, é uma tentativa de usar a lei federal “para transformar todo pronto-socorro em clínica de aborto”.

O Texas é um dos 13 estados do país com restrições ao aborto, embora no caso deste território o veto seja total, segundo as últimas cifras da organização Planned Parenthood, que defende a prática.

O processo apresentado nesta quinta-feira alega que pedir aos hospitais do Texas que realizem abortos quando a vida da mãe “não estiver em perigo” é uma interferência na soberania do estado.

A ação impetrada pelo Texas é a primeira dirigida contra o decreto de Biden, segundo destacou o jornal digital Politico.

Para a porta-voz da Casa Branca, Karine Jean-Pierre, a ação do procurador-geral do Texas, Ken Paxton, “é um exemplo mais de um funcionário republicano radical”.

*EFE

Leia também1 Universidades públicas da Califórnia darão pílula abortiva
2 Biden se atrapalha ao ler teleprompter: "Repita a linha"
3 EUA: Joe Biden assina decreto para facilitar acesso ao aborto
4 EUA: Google excluirá histórico de visitas a clínicas de aborto
5 Papa Francisco nega rumores de renúncia e condena o aborto

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.