Leia também:
X Furacão Ida atinge a costa dos EUA com ventos de 240 km/h

Talibã está com 85 bilhões de dólares em armamento dos EUA

Informação foi divulgada por congressista republicano que atuou no setor de equipamento militar

Paulo Moura - 30/08/2021 10h40 | atualizado em 30/08/2021 10h59

Talibãs ostentam armas e equipamentos dos EUA Foto: EFE/EPA/Stringer

A tomada de poder do Afeganistão não representou apenas um ganho territorial e político para o grupo extremista Talibã, mas também a posse de um gigantesco e moderno arsenal de armas e equipamentos que os Estados Unidos repassaram às Forças Armadas afegãs durante os anos em que estiveram no país. A informação foi divulgada pelo congressista republicano Jim Banks.

Em uma conferência de imprensa em Washington, o congressista afirmou que um total de 85 bilhões de dólares (R$ 442,4 bilhões) em armas, aviões, helicópteros, veículos e outros materiais de guerra agora estão em posse do Talibã. Além disso, o grupo extremista também possui agora os dados biométricos relativos a todos os afegãos que ajudaram as tropas aliadas nos últimos 20 anos.

– Os talibãs têm agora mais helicópteros BlackHawk do que 85% dos países do mundo – destacou.

Jim Banks falou sobre equipamentos militares que estão com afegãos Foto: Reprodução/Twitter

Banks afirmou que suas estimativas foram fundamentadas no fato de que, no passado, ele trabalhou no setor do equipamento militar, comprando materiais em nome dos Estados Unidos e entregando esse material às forças afegãs que, há poucas semanas, foram dominadas pelos talibãs. Além disso, Jim Banks também foi militar da Marinha.

Ao detalhar os itens, o congressista afirmou que o equipamento militar deixado para trás inclui cerca de 75 mil veículos de guerra, 200 aviões e helicópteros e 600 mil armas de fogo. Além disso, o equipamento inclui óculos de visão noturna, proteção balística e materiais médicos.

Banks ainda lamentou o fato de que o governo Biden não possua um plano para recuperar os itens.

– Não há qualquer plano por parte desta administração para recuperar essas armas e este equipamento, e, se alguma destas armas for usada para fazer mal, ferir ou matar um americano, agora ou no futuro, então é sangue que cai nas mãos de Joe Biden – completou.

Leia também1 Jefferson diz que não vai aceitar usar tornozeleira: “Desonra”
2 Filho de Trump participará da edição deste ano do CPAC Brasil
3 Nikolas denuncia perseguição contra igreja liderada pelo pai
4 Luciano Huck diz o que o levou a abrir mão da eleição de 2022
5 Ataque a bancos em cidade do interior de SP deixa três mortos

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.