Leia também:
X Biden reforça apoio à Otan para enfrentar Rússia e China

Putin nega ter mandado matar o opositor Alexei Navalny

Presidente russo, porém, não garantiu que ele sairá com vida da cadeia

Pierre Borges - 14/06/2021 13h05 | atualizado em 14/06/2021 13h32

Presidente russo Vladimir Putin Foto: EFE/Aleksey Nikolskyi

O presidente da Rússia, Vladmir Putin, negou na manhã desta segunda-feira (14) que tenha mandado matar o opositor Alexei Navalny, que está preso na Rússia desde janeiro por ter descumprido uma condenação, com pena suspensa, que o impedia de deixar a Rússia. Putin, no entanto, não garantiu que Navalny vá sair vivo da prisão e isentou-se da responsabilidade.

– Veja, essas decisões neste país não são tomadas pelo presidente – disse Putin.

Ele ainda criticou as acusações feitas pelos EUA de que estariam sofrendo ataques cibernéticos orquestrados pelo governo russo.

– Fomos acusados de todo tipo de coisa: interferências no processo eleitoral [norte-americano], ataques informáticos e assim por diante, mas nunca, nem mesmo uma vez, se deram ao trabalho de produzir uma prova; só acusações infundadas – defendeu-se Putin.

A relação entre os Estados Unidos e a Rússia é de tensão. O presidente Joe Biden, a quem Putin já chamou de “assassino”, declarou em abril que se Navalny morrer na prisão “haverá consequências” para o governo russo.

Leia também1 Biden reforça apoio à Otan para enfrentar Rússia e China
2 Para Orlando Silva, fala de Paes mostra 'derrota de Bolsonaro'
3 Desaparecido: Polícia procura por ex-dupla de Cristiano Araújo
4 Jonathan Nemer sobre sua mãe: "Precisamos muito de oração"
5 Suspeito de canibalismo é preso com 3,7 mil pedaços de ossos

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.