Leia também:
X Áustria impõe lockdown a não vacinados contra a Covid-19

Nicarágua: Presidente de Cuba parabeniza Ortega por reeleição

Segundo Miguel Díaz-Canel, pleito nicaraguense foi "uma demonstração de soberania e civismo"

Pleno.News - 08/11/2021 15h19 | atualizado em 08/11/2021 15h55

Miguel Díaz-Canel, presidente de Cuba Foto: EFE/ José Méndez

Nesta segunda-feira (8), o presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, parabenizou Daniel Ortega pela reeleição como presidente da Nicarágua. O pleito que concedeu vitória a Ortega foi realizado no domingo (7) e não contou com a presença de vários pré-candidatos, que acabaram sendo presos. O resultado não conta com respaldo de parte da comunidade internacional.

– Felicidades ao povo irmão da Nicarágua, a Daniel Ortega e a Rosario Murillo (vice-presidente e mulher do chefe de governo), pelo resultado das eleições – escreveu Díaz-Canel, no Twitter.

De acordo com o presidente cubano, que sucedeu Raúl Castro em 2018, o pleito nicaraguense foi “uma demonstração de soberania e civismo, diante da cruel campanha midiática” que ele garante existir em relação ao país centro-americano.

– Contem sempre com o apoio de Cuba – disse ainda Díaz-Canel.

A declaração foi em referência à aliança política com Ortega e Murillo, que também conta com o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro.

Mais cedo, o Conselho Supremo Eleitoral do país centro-americano (CSE) divulgou que Ortega estava reeleito, já que tinha 74,99% dos votos, com 49,25% das urnas apuradas, o que representava uma expressiva margem de diferença para os demais concorrentes.

O ex-guerrilheiro sandinista, que completará 76 anos nesta quinta-feira, está no poder desde 2007 e buscava o quinto mandato presidencial de cinco anos, o quarto consecutivo, em meio a questionamentos sobre a legitimidade do pleito, após a prisão de sete pré-candidatos de oposição.

Além de Cuba e Venezuela, a Rússia também se manifestou em defesa da legalidade das eleições da Nicarágua, enquanto Estados Unidos, União Europeia e Organização dos Estados Americanos (OEA) já repudiaram a condução do processo.

*EFE

Leia também1 Com oponentes presos, Ortega é reeleito presidente da Nicarágua
2 Venezuela recebe doses de vacina cubana contra Covid-19
3 Tribunal Penal Internacional investigará a Venezuela
4 General denuncia que Lula foi financiado pela Venezuela
5 Nicolás Maduro chama Jair Bolsonaro de 'imbecil' e 'palhaço'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.