Leia também:
X Coca-cola e Starbucks suspendem operações na Rússia

Polônia disponibilizará jatos de combate MiG-29 para os EUA

Aeronaves seriam utilizadas na Ucrânia

Pleno.News - 08/03/2022 21h41 | atualizado em 09/03/2022 11h07

Caça MiG-29 Foto: EFE/EPA/MAXIM SHIPENKOV

A Polônia anunciou que disponibilizará seus jatos de combate MiG-29 para os Estados Unidos (EUA), após dias de negociações sobre como colocar os aviões nas mãos da Ucrânia. O governo polonês disse, nesta terça-feira (8), que os aviões “estão prontos para serem implantados – imediata e gratuitamente”.

As aeronaves seriam levada para a base aérea americana de Ramstein, na Alemanha, onde estariam à disposição dos EUA, disse o Ministério das Relações Exteriores da Polônia, em comunicado.

O governo polonês convocou outros membros da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), com MiG-29 em seu inventário, para seguir sua liderança e pediu aos EUA que fornecessem à Polônia aviões de combate usados para reabastecer a capacidade perdida ao abandonar os MiGs. Não foi possível determinar se os EUA concordariam com a proposta polonesa.

– Vimos o anúncio polonês e não temos nada a oferecer neste momento – disse um alto funcionário do Pentágono.

Oficiais militares dos EUA pareceram surpresos com a declaração polonesa e disseram que não podiam dizer como as aeronaves iriam da Alemanha para a Ucrânia. Embora Ramstein tenha espaço para esses aviões, é improvável que as forças dos EUA tenham recursos para manter ou consertá-los, relataram autoridades de defesa.

Dar jatos de combate à Ucrânia marcaria o passo mais importante em um esforço maciço dos membros da Otan e outros aliados para fornecer armas ao país em apuros, enquanto tenta repelir os avanços das tropas russas.

O movimento marca uma reversão para Varsóvia. Autoridades polonesas estavam receosas à ideia de que os aviões fossem para a Ucrânia. Em parte, por preocupação de que isso pudesse convidar a um ataque da Rússia ao país.

No domingo (6), o gabinete do primeiro-ministro da Polônia rejeitou relatos de um possível acordo para o país entregar aviões de combate. Embora duas autoridades polonesas, próximas ao assunto, tenham dito que a Polônia pelo menos consideraria a proposta que Washington estava disposta a elaborar.

Entregar os aviões aos EUA primeiro, remove a Polônia um passo de seu envolvimento em qualquer transferência para a Ucrânia.

Um diplomata europeu contou que parece que o Pentágono foi pego de surpresa pelo anúncio de Varsóvia. E acrescentou que a transferência da aeronave pode representar desafios de segurança para a Polônia, além de parecer um envolvimento direto da Otan na guerra.

*AE

Leia também1 Em protesto contra a Rússia, bar retira o estrogonofe do cardápio
2 Coca-cola e Starbucks suspendem operações na Rússia
3 Esposa de Zelensky publica carta aberta: "A Ucrânia quer paz"
4 Reino Unido: Rússia está 'desesperada' e invasão empacou
5 McDonald's anuncia fechamento de 850 unidades na Rússia

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.