Leia também:
X OSCE: Violência sexual é “tática de guerra” contra Ucrânia

Chefe da Otan diz que guerra na Ucrânia pode durar anos

Secretário-geral da entidade afirmou que é preciso estar preparado para uma longa duração do conflito

Paulo Moura - 19/06/2022 14h54 | atualizado em 20/06/2022 14h41

Secretário diz que guerra na Ucrânia pode durar anos Foto: EFE/EPA/OLEG PETRASYUK

O secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, alertou, em entrevista à edição de domingo (19) do jornal alemão Bild, que é preciso estar preparado para que a guerra na Ucrânia possa durar anos. Embora os custos para a Europa sejam altos, segundo Stoltenberg, seria ainda mais “caro” deixar a Rússia pensar que pode continuar no mesmo caminho.

Stoltenberg admitiu que a luta pela região do Donbas por parte da Rússia está tomando um rumo cada vez mais “brutal”, mas indicou que os soldados ucranianos estão lutando com “coragem” e que, “com armas mais modernas”, a possibilidade de expulsar os russos também do leste do país é maior.

Questionado sobre a possibilidade de uma guerra nuclear, o secretário-geral da Otan destacou que a aliança não detectou um nível de alerta maior neste âmbito das forças armadas russas, mas descreveu o “ruído de sabre” do Kremlin como “perigoso”.

– Putin deve saber que uma guerra nuclear não pode ser vencida e nunca deve ser deflagrada – destacou.

Com relação à adesão da Suécia e da Finlândia à organização, Stoltenberg indicou que a decisão não só fortaleceria esses dois países, mas a aliança como um todo, embora tenha se mostrado compreensivo com a Turquia, que até o momento vetou o processo.

*EFE

Leia também1 “Se Lula perde, o Brasil ganha”, alfineta Ciro Nogueira
2 Lira: Presidente da Petrobras faz 'vingança' contra Bolsonaro
3 Ator Tyler Sanders, de 18 anos, é encontrado morto em casa
4 Dom e Bruno: Polícia investiga 8 suspeitos de participar do crime
5 Avião da Embraer foi usado em filmagens de Top Gun: Maverick

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.