Leia também:
X Vídeos chocantes mostram talibãs em bate-bate e academia

Obama limita comentários após “cobranças” sobre Afeganistão

Contas do ex-presidente e de esposa limitaram comentários que pediam ajuda ao povo afegão

Paulo Moura - 17/08/2021 14h27 | atualizado em 17/08/2021 15h35

Barack Obama Foto: Pexels

O ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, suspendeu temporariamente os comentários em sua página do Instagram, na segunda-feira (16), após o perfil receber uma enxurrada de mensagens de seguidores exigindo que ele fizesse algo para ajudar o povo do Afeganistão, após a tomada de poder do país pelo grupo extremista Talibã.

Os comentários tanto no perfil de Obama quanto no de sua esposa, Michelle, foram limitados por cerca de duas horas. Ao tentarem entrar, os usuários recebiam a seguinte mensagem: “Os comentários neste post foram limitados”. Obama ainda não emitiu uma declaração pública sobre a situação no Afeganistão.

Diversos usuários postaram comentários e adicionaram hashtags #help_afghanistan e #afghanistanisbleeding, entre outras, mas logo foram limitados. Uma suspensão semelhante de comentários também foi observada na página da ex-primeira-dama Michelle Obama no Instagram.

Um porta-voz dos Obama disse à Fox News que “não houve intencionalidade” do casal na atitude de restringir as mensagens. Porém, a assessoria dos dois não deu qualquer explicação sobre o motivo para a limitação dos comentários. O porta-voz ainda acrescentou que o ex-presidente “não fez mais comentários” sobre o Afeganistão.

Leia também1 Não há “poder moderador”, diz Cármen sobre Forças Armadas
2 Fátima Bernardes passa mal e deixa de apresentar o "Encontro"
3 "Tudo em vão", diz veterano que perdeu as pernas no Afeganistão
4 Doria: Uso de máscaras será obrigatório até o fim do ano
5 'Forças Armadas trabalham em cima do que está no artigo 142'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.