Leia também:
X Por audiência, youtuber faz live em que mata namorada grávida

Obama, Bush e Clinton afirmam que vão tomar vacina “ao vivo”

Ex-presidentes disseram que vão exibir momento na TV para estimular a imunização

Pleno.News - 04/12/2020 11h02 | atualizado em 04/12/2020 11h07

Ex-Presidentes afirmaram que vão tomar vacina na TV Foto: Reprodução

Três ex-presidentes dos Estados Unidos, os democratas Barack Obama e Bill Clinton e o republicano George W. Bush, se ofereceram na quinta-feira (3) para tomar a vacina contra a Covid-19 diante das câmeras. Segundo o trio, o objetivo é aumentar a confiança da população na imunização.

– Prometo que, quando estiver disponível para pessoas que correm menos risco, vou tomar. Posso ser vacinado na TV ou ser filmado para que as pessoas saibam que confio na ciência e não arrisco ser infectado pela Covid – disse Obama durante entrevista que foi ao ar em um programa de rádio.

Mais tarde, Freddy Ford, assessor de Bush, disse à rede CNN que o ex-presidente também está disposto a promover as vacinas, tomando sua dose “diante das câmeras”.

– Bush entrará na fila para se vacinar, e ficará feliz em fazê-lo diante das câmeras – disse.

Em seguida, Ángel Ureña, porta-voz de Clinton, disse que o ele também pretende ser vacinado diante das câmeras.

– Ele tomará a vacina assim que estiver disponível para ele, com base nas prioridades determinadas pelas autoridades de saúde. E fará isso em um ambiente público se isso encorajar todos os americanos a fazerem o mesmo – completou.

*Estadão

Leia também1 Supremo adia julgamento sobre plano de vacinação da Covid-19
2 Senado aprova PL que estabelece vacina da Covid-19 gratuita
3 'Profeta do caos', Átila Iamarino é cancelado pelos próprios fãs
4 Vacina emergencial terá termo de consentimento do paciente
5 Argentina terá maior recessão das economias do G20, diz OCDE

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.