Leia também:
X Flórida assina leis para conter influência do Partido Chinês

‘Não venham’, diz Kamala a imigrantes da América Central

Vice-presidente dos EUA fez alerta durante passagem pela Guatemala

Ana Luiza Menezes - 08/06/2021 18h55 | atualizado em 08/06/2021 18h57

Kamala Harris Foto: EFE/ Esteban Biba

Nesta segunda-feira (7), a vice-presidente dos Estados Unidos, Kamala Harris, pediu que imigrantes da América Central não tentem entrar em seu país de forma ilegal. A declaração foi dada no primeiro dia de sua viagem diplomática de três dias ao chamado Triângulo Norte da América Central (formado por Guatemala, El Salvador e Honduras).

Durante entrevista coletiva com o presidente da Guatemala, Alejandro Giammattei, Harris destacou a importância de desencorajar a entrada ilegal na fronteira com os EUA. Ela alertou que seu país continuará aplicando leis de proteção nas fronteiras.

– Os Estados Unidos continuarão aplicando nossas leis e protegendo nossas fronteiras. Se vocês vierem para nossa fronteira, serão mandados de volta (…) Não venham, não venham – disse a democrata.

O objetivo da viagem da vice-presidente americana é “desenvolver um plano de ação eficaz e humano para controlar a migração irregular”.

Ela ressaltou que pretende agir, junto ao governo da Guatemala, para promover uma melhora na situação dos cidadãos guatemaltecos. Harris falou ainda em medidas para combater o tráfico de pessoas, contrabando e corrupção na Guatemala.

– O presidente e eu concordamos em continuar nosso trabalho para lidar com a migração nas fronteiras norte e sul da Guatemala. Nós também discutimos drogas ilícitas que estão sendo contrabandeadas e humanos que estão sendo traficados entre essas fronteiras, enfraquecendo a segurança tanto da Guatemala quanto do povo dos Estados Unidos.

Nesta terça-feira (8), Kamala foi ao México para um encontro com o presidente Andrés Manuel López Obrador. Ela afirmou que seu país e o governo mexicano estão entrando em uma “nova era”.

– COs Estados Unidos e o México têm um relacionamento de longa data, baseado na família, em fronteiras compartilhadas e em uma história compartilhada. Acredito firmemente que estamos embarcando em uma nova era.

Leia também1 Kamala: México e EUA estão entrando em uma "nova era"
2 Flórida assina leis para conter influência do Partido Chinês
3 Donald Trump sobre Bitcoin: "Parece um esquema de fraude"
4 5G: Após reunião com Fábio Faria, EUA reforçam cooperação
5 Nova Iorque fará megashow para comemorar reabertura

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.