Leia também:
X Na ONU, Jair Bolsonaro critica trabalho de jornais e televisões

Na ONU, Xi Jinping diz: “Devemos derrotar a Covid-19”

Presidente da China enviou seu discurso gravado à Assembleia Geral

Monique Mello - 21/09/2021 18h32 | atualizado em 22/09/2021 11h04

Xi Jinping, presidente da China Foto: Reprodução/Youtube

O presidente da China, Xi Jinping, foi o último orador do dia na Assembleia Geral da ONU desta terça-feira. O chefe chinês não esteve em Nova Iorque (EUA). Em discurso gravado, ele começou seu discurso celebrando o aniversário do Partido Comunista.

– O ano de 2021 é verdadeiramente marcante para o povo chinês. Este ano marca o centenário do Partido Comunista da China. É também o 50º aniversário da restauração do assento legítimo da República Popular da China nas Nações Unidas – disse o presidente chinês.

Em seguida Xi Jinping defendeu que se “derrote a Covid-19”.

– Primeiro, devemos derrotar a Covid-19 e vencer essa luta decisiva, crucial para o futuro da humanidade. A história da civilização mundial é também uma história de combate a pandemias. Levantando-se para enfrentar desafios, a humanidade sempre emergiu triunfante – declarou o líder chinês, que enfatizou também o “respeito à ciência “.

– A atual pandemia pode parecer muito forte, mas nós, humanidade, vamos certamente derrotá-la e prevalecer. Devemos sempre colocar as pessoas e nossas vidas primeiro, e cuidar do valor da vida e da dignidade de todo indivíduo. Precisamos respeitar a ciência, adotar uma abordagem baseada em ciência, e seguir as leis da ciência – declarou.

Leia também1 Na ONU, Jair Bolsonaro critica trabalho de jornais e televisões
2 Renan reage a Bolsonaro na ONU: 'Mentiu do começo ao fim'
3 Crítico de Trump, Guga Chacra se volta contra Biden: 'Hipócrita'
4 Bolsonaro diz que falou 'verdades que desesperam' a imprensa e a esquerda
5 Aliados elogiam discurso feito por Jair Bolsonaro na ONU

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.