Leia também:
X Tubarão com “cara de porco” é encontrado na Itália

Ministro argentino apresenta renúncia após derrota eleitoral

Esta é a primeira demissão do gabinete argentino após as primárias do último domingo

Pleno.News - 15/09/2021 16h16 | atualizado em 15/09/2021 18h02

Presidente da Argentina, Alberto Fernández, e o ministro do Interior, Eduardo Wado de Pedro Foto: EFE/ Enrique García Medina

O ministro do Interior argentino, Eduardo de Pedro, apresentou nesta quarta-feira (15) sua renúncia ao presidente Alberto Fernández, três dias depois da contundente derrota do governo nas eleições primárias legislativas, conforme confirmaram fontes oficiais à agência EFE.

– Escutando suas palavras na noite de domingo, quando levantou a necessidade de interpretar o veredicto expressado pelo povo argentino, considerei que a melhor maneira de colaborar com esta tarefa é colocar a minha demissão à sua disposição – disse o ministro do Interior.

Eduardo de Pedro se pronunciou por meio de uma carta dirigida ao chefe de Estado e posteriormente divulgada à imprensa.

Esta é a primeira demissão do gabinete argentino após as primárias do último domingo (12), embora ainda não se saiba se o presidente a aceitará.

As primeiras eleições com Fernández como presidente eram vistas por analistas como um plebiscito ao seu mandato e para reordenar a oposição antes das eleições presidenciais de 2023.

Segundo a apuração parcial das eleições de domingo, as listas de pré-candidatos a deputados do governista Frente de Todos foram as mais votadas em apenas sete das 24 jurisdições, contra 14 do opositor Juntos pela Mudança. No Senado, o partido governista liderou em apenas duas das oito províncias em disputa.

No dia 14 de novembro serão renovados 127 dos 257 assentos da Câmara dos Deputados (onde nenhum grupo tem maioria absoluta) e 24 dos 72 do Senado (dominado pelo governo).

*EFE

Leia também1 Após fiasco nas primárias, Fernández quer "corrigir" erros
2 Governo de Fernández sofre grande derrota nas primárias
3 Jogador argentino 'tira o corpo fora' e provoca: "Íamos ganhar"
4 CPI quer associar episódio de argentinos com governo Bolsonaro
5 Fernández quer fechar contrato bilionário com governo chinês

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.