Leia também:
X Professor é decapitado após mostrar caricaturas de Maomé

Macron se pronuncia sobre caso de professor decapitado

Presidente francês disse que terroristas "não passarão" por cima de valores democráticos

Pleno.News - 16/10/2020 19h54

Macron: terroristas “não passarão” por cima de valores democráticos Foto: EFE/EPA/ABDULMONAM EASSA / POOL MAXPPP OUT

O presidente da França, Emmanuel Macron, afirmou nesta sexta-feira (16), após o ataque no qual um professor foi decapitado nos arredores de Paris, que os terroristas islâmicos “não passarão” por cima dos valores democráticos do país.

Foi “um ataque terrorista islâmico”, disse Macron à imprensa na cidade de Conflans-Sainte-Honorine, onde ocorreu o ataque.

O professor “foi morto hoje porque ensinou, porque explicou aos seus alunos liberdade de expressão, liberdade de acreditar e liberdade de não acreditar”, apontou ainda o presidente francês.

Macron prestou condolências à família e aos colegas da vítima, mas acima de tudo enfatizou a solidariedade aos professores do país, prometendo que “toda a nação estará ao seu lado hoje e amanhã para defendê-los e permitir-lhes fazer seu trabalho: formar cidadãos livres”.

O autor do ataque “queria derrubar a República e seus valores”, um dos quais é “fazer cidadãos livres”, acrescentou.

Macron enfatizou que os terroristas “não passarão” e que “o obscurantismo religioso não vencerá” o que ele chamou de “batalha”.

*Com informações da Agência EFE

Leia também1 Professor é decapitado após mostrar caricaturas de Maomé
2 Mulher é resgatada após passar anos trancafiada pelo marido
3 Foto de bebê puxando máscara de médico faz sucesso nas redes
4 Israel: Governo decide iniciar desconfinamento no domingo
5 Elizabeth II deixa residência pela 1ª vez desde início da pandemia

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.