Leia também:
X Telegram critica Moraes e não bloqueia conta de Nikolas

“Lula presta um desserviço à democracia”, diz Juan Guaidó

Líder da oposição venezuelana rebateu críticas do petista

Pleno.News - 25/01/2023 11h40 | atualizado em 25/01/2023 12h30

Juan Guaidó Foto: EFE/ Rayner Peña

Juan Guaidó, líder da oposição venezuelana, criticou declarações do presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, que retomou relações com o regime de Nicolás Maduro. Em entrevista à coluna de Malu Gaspar, do Jornal O Globo, Guaidó afirmou que o petista presta grande desserviço à democracia por não se contrapor a Maduro.

Durante viagem à Argentina, Lula chamou de “abominável” o reconhecimento de Guaidó como presidente interino por parte da comunidade internacional, em 2019.

Guaidó ressaltou que “há uma sistemática violação de direitos humanos na Venezuela denunciada no Tribunal Penal Internacional”.

– Sem dúvida o Brasil é uma potência no continente e no mundo. A posição do país a respeito da democracia é muito importante, não em relação a mim ou ao Maduro. Há uma sistemática violação de direitos humanos na Venezuela denunciada no Tribunal Penal Internacional, nos informes da comissão criada por Michelle Bachelet [ex-presidente do Chile e Alta Comissária da ONU para direitos humanos], além de relatórios independentes produzidos no próprio país. Falar de democracia é falar de eleições livres. Se Lula quer defender a autodeterminação dos povos, é preciso tocar neste assunto. Me atacar para pôr panos quentes ou não mencionar o assunto não ajuda a democracia, nem o povo venezuelano. Lamentavelmente, esta ditadura impediu o crescimento econômico e provocou a crise migratória mais grave do planeta. O presidente Lula presta um grande desserviço à democracia ao não se posicionar frontalmente em defesa dos direitos humanos e, por consequência, da democracia – declarou.

CRÍTICAS NAS REDES
Também por meio do Twitter, na última segunda-feira (23), Guaidó criticou Lula e ressaltou que não há democracia na Venezuela.

– É abominável que os professores ganhem $ 6/mês porque não há democracia na Venezuela e saquearam o país com as maiores reservas de petróleo do mundo, saqueando intimamente associado à Odebrecht. É hipócrita falar em democracia e não apontar para Maduro, por compartilhar ideologia ou questões econômicas.

Leia também1 Vídeo: Argentina tem protestos contra presença de ditadores
2 Maduro apoia criação de moeda comum para a América do Sul
3 BNDES: Venezuela e Cuba devem mais de R$ 2,7 bilhões
4 Lula defende Cuba e Venezuela de "bloqueio" e "ingerência"
5 Maduro se diz alvo de "plano de agressões" e não vai a cúpula

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.