Leia também:
X G7 diz que a Rússia será alvo de sanções caso ataque a Ucrânia

Kremlin: Recuo da Ucrânia sobre Otan amenizaria preocupações

Porta-voz russo deu declarações nesta segunda-feira

Pleno.News - 14/02/2022 10h27 | atualizado em 14/02/2022 12h10

Presidente da Rússia, Vladimir Putin Foto: EFE/EPA/ALEXEI NIKOLSKY / SPUTNIK /KREMLIN POOL

Nesta segunda-feira (14), o governo da Rússia indicou que, a hipotética desistência da Ucrânia em integrar a Otan, ajudaria o Ocidente a dar uma resposta “substancial” para as preocupações de segurança colocadas por Moscou.

– Seria um passo que contribuiria significativamente a formular uma resposta mais substancial às preocupações russas – disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov.

Ele deu declarações durante uma entrevista coletiva que concede diariamente.

A declaração do representante do governo presidido por Vladimir Putin foi dada em reação à fala do embaixador da Ucrânia no Reino Unido, Vadym Prystaiko, de que Kiev poderia desistir do desejo de integrar a Otan, para evitar um conflito militar com a Rússia.

Em entrevista à emissora BBC, o diplomata indicou que o governo ucraniano seria “flexível” sobre o objetivo de integrar a aliança militar, o que é considerado uma ameaça para o governo russo.

O porta-voz do Kremlin destacou que Kiev pediu que o embaixador explicasse as declarações, por isso “é pouco provável que se possa considerar como um fato consumado”, em referência à desistência da Ucrânia de integrar a Otan.

Após a fala de Prystaiko, a presidência ucraniana destacou que a via euroatlântica para que o país se torne membro da Otan está consagrada na Constituição nacional e é prioridade “incondicional.

*EFE

Leia também1 Moro ataca Bolsonaro e critica ida à Rússia: 'Trapalhão'
2 G7 diz que a Rússia será alvo de sanções caso ataque a Ucrânia
3 Empresas aéreas interrompem voos com destino à Ucrânia
4 Papa Francisco pede esforços de líderes pela paz na Ucrânia
5 Biden avisa: EUA estão prontos para cenários fora da diplomacia

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.