Leia também:
X Avião com 157 pessoas a bordo cai na Etiópia

“Israel não é Estado de todos os cidadãos, mas dos judeus”

Declaração partiu do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu

Jade Nunes - 10/03/2019 09h23 | atualizado em 11/03/2019 13h10

Benjamin Netanyahu, primeiro-ministro de Israel Foto: EFE/RONEN ZVULUN

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, afirmou neste domingo (10) que Israel não é um Estado de todos os cidadãos, mas do povo judeu.

A declaração veio após as críticas contra seu partido por apresentar um rival eleitoral que pode fazer aliança com partidos árabes.

– Israel não é um Estado de todos seus cidadãos. De acordo com a Lei Básica que aprovamos, Israel é o Estado-nação do povo judeu, e só seu – publicou Netanyahu nas redes sociais em resposta às críticas da modelo israelense Rotem Sela.

Sela criticou em sua conta de Instagram a ministra de Cultura, Miri Regev, por alertar em entrevista televisiva sobre uma possível aliança entre a coalizão centrista Azul e Branco, empatada nas pesquisas com o Likud de Netanyahu e partidos árabes.

– E qual é o problema com os árabes? Por Deus, há também cidadãos árabes neste país – disse a modelo sobre 20% da população – palestinos e descendentes que ficaram dentro das fronteiras de Israel após a criação do Estado em 1948.

– Como a senhora escreveu, não há nenhum problema com os cidadãos árabes de Israel: todos têm igualdade de direitos e o governo do Likud foi o mais comprometido com o setor árabe do que qualquer outro governo – defendeu o líder israelense.

A Lei do Estado Nação, aprovada no ano passado, outorga o direito de autodeterminação só ao povo judeu e retira o status de oficialidade à língua árabe.

– A decisão será em um mês nas urnas – concluiu Netanyahu.

*Com informações da Agência EFE

Leia também1 Estados da Venezuela estão há 40 horas sem energia elétrica
2 Paraguaio rebate Bolsonaro e o chama aos Arquivos do Terror
3 EUA ameaçam entidades que ajudam Nicolás Maduro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.