Leia também:
X Morre o príncipe Philip, marido da Rainha Elizabeth, aos 99 anos

“Inspirou jovens”, declara Boris Johnson sobre o príncipe Philip

O primeiro-ministro lamentou a morte do marido da rainha Elizabeth II

Pleno.News - 09/04/2021 10h32 | atualizado em 09/04/2021 10h46

Boris Johnson Foto: EFE/EPA/Neil Hall

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, emitiu nota lamentando o falecimento do príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth II, aos 99 anos. A morte foi informada pela Família Real na manhã desta sexta-feira (9).

– Príncipe Philip viveu uma vida extraordinária – como herói naval na Segunda Guerra Mundial, como homem que inspirou incontáveis jovens, e, acima de tudo, como consorte leal da Sua Majestade, a Rainha. E é para Sua Majestade e família que os pensamentos de nossa nação devem se voltar hoje – disse Johnson, em nota emitida pelo governo britânico.

Boris Johnson lembra que o príncipe Philip e a rainha Elizabeth II foram casados por mais de 73 anos – o casamento ocorreu mais de cinco anos antes da morte do Rei George IV, que deu o trono à Elizabeth.

– Lembramos o Duque por tudo isso e, acima de tudo, por seu apoio constante à Sua Majestade, a Rainha, não apenas como consorte, [estando] ao seu lado todos os dias de seu reinado, mas como seu marido, [com] sua força e permanência – declarou o premiê.

O príncipe Philip faleceu na manhã desta sexta no Palácio de Windsor “pacificamente”, segundo a Família Real. Ele já havia sido vacinado contra a Covid-19. Em março, Philip passou por uma cirurgia no coração e ficou internado por um mês.

*Estadão

Leia também1 Morre o príncipe Philip, marido da Rainha Elizabeth, aos 99 anos
2 Bisneto da rainha Elizabeth II nasce no chão do banheiro
3 Harry e Meghan decepcionaram príncipe Charles, diz fonte
4 Marido da rainha Elizabeth II deixa o hospital após 28 dias
5 Coral do casamento de Harry defende o príncipe Charles

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.