Governo argentino anuncia sanções contra a Venezuela

Comunicado oficial ressaltou que o país também não reconhece legitimidade de Maduro

Pleno.News - 10/01/2019 21h02

Presidente venezuelano, Nicolás Maduro Foto: EFE/Cristian Hernández

Nesta quinta-feira (10), o governo argentino emitiu um comunicado informando que desconhece a legitimidade do novo mandato do presidente venezuelano Nicolás Maduro. O texto foi emitido pelo Ministério das Relações Exteriores da Argentina.

A decisão de Mauricio Macri, presidente da Argentina, marca a aplicação de sanções contra a Venezuela. Uma das novas medidas contra o regime de Maduro é a suspensão da isenção de vistos diplomáticos e oficiais, que implicam na restrição da entrada de membros do governo bolivariano ao país.

Presidente da Argentina, Mauricio Macri Foto:

Os argentinos também pretendem emitir um alerta sobre os riscos de negociações com empresas públicas venezuelanas. Denúncias contra as violações de direitos humanos continuarão sendo feitas pela liderança da Argentina, diferentemente do antigo governo de Cristina Kirchner, que apoiava os ideais de Nicolás.

LEIA TAMBÉM+ Presidente do PT vai a Caracas para a posse de Maduro
+ Venezuela: OEA considera mandato de Maduro ilegítimo


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo