Leia também:
X Chefe de Comunicação do Vaticano pede demissão

França tem greve geral contra reformas de Macron

Presidente do país propõe mudanças trabalhistas que acabam com emprego vitalício

Camille Dornelles - 22/03/2018 12h50 | atualizado em 23/03/2018 07h39

Grevistas protestam contra reforma trabalhista de Macron Foto: Force Ouvrière/Frédéric Blanc

A população francesa deflagrou uma paralisação geral nesta quinta-feira (22). A greve atinge a maioria dos sindicatos de funcionários públicos e também a companhia ferroviária estatal, responsável pelo transporte na capital Paris e Região Metropolitana.

Os grupos sindicais se opõe à reforma trabalhista em implantação pelo presidente Emmanuel Macron. Entre as mudanças está o fim da garantia de emprego vitalício a trabalhadores ferroviários. Além disso, há a proposta de permitir demissões voluntárias coletivas.

O projeto do governo de Macron acabaria com 120 mil postos de trabalho público e diminuiria o déficit da França de maneira considerável. No entanto, a ameaça aos empregos – especialmente em uma época de recessão na Europa – levou a população às ruas pela segunda vez. A primeira foi em outubro de 2017.

*Com informações da Agência EFE

Leia também1 Homem morre após prender a cabeça em assento de cinema
2 Chefe de Comunicação do Vaticano pede demissão
3 Refugiada síria empreende em São Paulo e ganha seguidores

Siga-nos nas nossas redes!
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.