Leia também:
X Bombardeio russo mata civis e criança na cidade de Lviv

França: Agência antifraudes da UE investiga Marine Le Pen

Acusações são feitas dias antes do segundo turno entre Le Pen e Macron

Pleno.News - 18/04/2022 10h46 | atualizado em 18/04/2022 11h28

Marine Le Pen concorre à Presidência da França Foto: EFE/EPA/GUILLAUME HORCAJUELO

Promotores de Paris avaliam um relatório da agência antifraudes da União Europeia, Organismo Europeu de Luta Antifraude (Olaf, na sigla em inglês), que acusa Marine Le Pen, candidata de extrema-direita à presidência, e outros membros de seu partido nacionalista de usar indevidamente fundos públicos enquanto ocupavam cadeiras no Parlamento Europeu.

O assunto foi divulgado pelo site local Mediaparte, dias antes do segundo turno entre Le Pen e Emmanuel Macron, disputa decisiva para o futuro da Europa. O Reagrupamento Nacional, partido de Le Pen, deseja reduzir os poderes da UE.

Advogado do partido, Rodolphe Bosselut afirmou que a candidata nega qualquer irregularidade e questionou o momento da publicação, dias antes do segundo turno. Macron lidera as pesquisas, mas a disputa está mais acirrada que em 2017.

A agência da UE enviou no mês passado seu relatório ao escritório da promotoria de Paris, que está analisando o material, segundo o órgão. Não foi aberta investigação formal e por ora não foram divulgados mais detalhes.

Segundo o Mediaparte, o relatório da UE concluiu que Le Pen e outros membros do partido usaram 617 mil euros (aproximadamente R$ 3.140.283,20) de dinheiro público para razões fictícias, sobretudo para benefício de pessoas próximas ao partido francês.

*AE

Leia também1 De olho no voto muçulmano, Macron defende uso do véu
2 Macron diz estar disposto a visitar Kiev “se for útil”
3 Bombardeio russo mata civis e criança na cidade de Lviv
4 Papa pede paz na Ucrânia e cita risco nuclear: "Páscoa de guerra"
5 Queiroga anuncia fim do estado de emergência sanitária da Covid-19

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.