Leia também:
X Boris Johnson se recusa a renunciar, apesar de pressões

FMI sobre 2023: “Não se pode descartar uma recessão global”

"Perspectivas para a economia global obscureceram significativamente", avalia chefe do Fundo Monetário Internacional

Gabriel Mansur - 06/07/2022 17h46 | atualizado em 06/07/2022 21h04

Diretora-geral do FMI, Kristalina Georgieva Foto: EFE/Lenin Nolly

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, deu declarações pessimistas nesta quarta-feira (6) em relação à economia mundial para o ano de 2023. Segundo a búlgara, “as perspectivas para a economia global obscureceram significativamente” desde abril. Kristalina ainda afirmou que não se pode descartar uma possível recessão global no próximo ano devido aos riscos elevados.

À Reuters, a chefe do FMI declarou que o Fundo cortará, nas próximas semanas, sua previsão de 3,6% para o avanço econômico global em 2022. Esse será o terceiro corte somente neste ano. A diretora também disse que os economistas do FMI não finalizaram os novos números.

O FMI deve divulgar sua estimativa atualizada para 2022 e 2023 no fim de julho, depois de ter reduzido sua previsão em quase 1 ponto percentual em abril. A economia global cresceu 6,1% em 2021.

Leia também1 Na Câmara, clima esquenta entre líder do PT e aliada de Lira
2 Senador do PT pede afastamento de presidente da Funai
3 Feminícidio: CCJ aprova fim da tese "legítima defesa da honra"
4 Ministro Edson Fachin diz que "sociedade armada é oprimida"
5 Anvisa mantém proibição de venda de cigarros eletrônicos

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.