Leia também:
X Casal famoso será padrinho do bebê de Meghan e Harry

Ex-presidente do Peru tem asilo negado pelo Uruguai

Alan García é investigado por envolvimento com a empreiteira Odebrecht

Pleno.News - 03/12/2018 16h32

Ex-presidente do Peru, Alan García, é investigado por ligações com Odebrecth Foto: Reprodução/Twitter

Parece que Brasil e Peru têm mais pontos em comum do que a fronteira que os limita. Seus respectivos ex-presidentes, Lula e Alan García, estão envolvidos no escândalo da Odebrecht. Os dois são amigos de longa data, visto que, em 2006, Luiz Inácio compareceu à cerimônia de posse de García.

Entre 2005 e 2014, a Odebrecht pagado US$ 29 milhões em subornos a funcionários peruanos. A construtora participou de mais de 40 projetos no país, o que resultou em um rombo de US$ 12 bilhões nos cofres públicos. Proibido de sair do país durante as investigações, García solicitou asilo diplomático ao Uruguai no último dia 18 de novembro. Ele alega perseguição política, mesmo argumento usado pela defesa e apoiadores de Lula.

Lula participou da cerimônia de posse de García, em 2006 Foto: Reprodução/Twitter

Entretanto, o presidente uruguaio Tabaré Vázquez informou, nesta segunda-feira (3), que rejeitou o pedido de asilo do peruano. A decisão tomada em conjunto com o ministro de Relações Exteriores do país, Rodolfo Nin Novoa, se baseou no extenso relatório de cerca de mil páginas enviado pelo governo peruano.

– O Uruguai não concedeu o asilo ao ex-presidente Alan García, ele já saiu desta residência, todo o resto está por conta dos governos. Voltemos à paz. Não concedemos o pedido de asilo porque no Peru funcionam autônoma e livremente os três poderes do Estado, e é o Poder Judiciário que está tocando as investigações – explicou Vázquez.

Leia também1 Maioria dos brasileiros aprova saída de médicos cubanos
2 Moro afirma que Bolsonaro não é um perigo à democracia
3 Lula é pressionado a aceitar pedido de prisão domiciliar

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.