Leia também:
X Israel decide bloquear verba da Autoridade Palestina

Ex-diplomata: ‘Coreia do Norte nunca quis desnuclearização’

Ex-oficial do governo Kim afirmou que todo o processo foi premeditado

Camille Dornelles - 19/02/2019 08h37 | atualizado em 19/02/2019 09h25

Os dois presidentes já têm nova reunião marcada Foto: EFE/Jim Lo Scalzo

Nesta terça-feira (19), o ex-diplomata norte-coreano Thae Yong-ho fez uma declaração preocupante a respeito da desnuclearização. Segundo ele, a Coreia do Norte não tem nenhuma intenção de abandonar os testes atômicos.

Ele revelou que o líder Kim Jong-un quer que a comunidade internacional veja o armamento norte-coreano como um recurso indispensável ao país. Além disso, afirmou que as ameaças a Donald Trump foram premeditadas.

– A Coreia do Norte nunca quis a desnuclearização. Não há dinheiro suficiente no mundo para convencer a Coreia do Norte a abandonar seu programa atômico. O plano passava por acrescentar a ameaça de uma guerra, para justificar a existência do programa. E funcionou, porque Kim Jong-un conseguiu convencer o mundo que um conflito nuclear com os Estados Unidos era possível – afirmou.

Thae considerou que o discurso de Trump diante da ONU em setembro de 2017, no qual ameaçou “destruir totalmente” a Coreia do Norte em plena escalada armamentista do regime, “foi um grande erro estratégico”.

Depois disso, os dois assinaram um pacto de desnuclearização, mas o cumprimento segue como incógnita. Por causa disso, Trump e Kim Jong-un farão uma nova cúpula na próxima semana, no Vietnã.

*Com informações da Agência EFE

Leia também1 Trump e Kim se reunirão para "avançar na causa da paz"
2 Kim Jong-un usando "máscara de beleza" cria polêmica
3 Trump: "Não há pressa" para acordo com a Coreia do Norte

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.