Leia também:
X Tiroteio nos EUA deixa 6 mortos, incluindo um bebê de 6 meses

EUA respondem que manterão suas sanções contra a Venezuela

Declarações foram dadas por porta-voz do Departamento de Estado americano

Pleno.News - 17/01/2023 10h28 | atualizado em 17/01/2023 11h12

Nicolás Maduro Foto: EFE/ Rayner Peña R.

Os Estados Unidos responderam ao líder da Venezuela, Nicolás Maduro, que manterão “intacta” sua política de sanções contra o país sul-americano até que sejam dados passos concretos para o “regresso à democracia”. A decisão foi passada à EFE, nesta segunda-feira (16), por um porta-voz do Departamento de Estado americano.

– Enquanto Maduro e seus seguidores continuarem reprimindo o povo venezuelano e desviando recursos para práticas corruptas, continuaremos pressionando o regime com sanções – afirmou.

Maduro pediu, na última quinta-feira (12), ao presidente dos EUA, Joe Biden, que suspendesse “todas as sanções” aplicadas à Venezuela que, segundo ele, são “criminosas”.

Em sua resposta, o porta-voz do Departamento de Estado dos EUA instou Maduro a se sentar com a opositora Plataforma Unitária para “resolver os problemas da Venezuela e restaurar a democracia e o Estado de Direito” no país.

– Nossa política de sanções à Venezuela permanece intacta. Continuaremos a impor sanções à Venezuela para apoiar o regresso à democracia – ressaltou.

Na semana passada, Maduro disse que nos últimos oito anos “o imperialismo e seus débeis e extremistas lacaios roubaram da Venezuela a quantia de 411 milhões de dólares (mais de R$ 2 bilhões) por dia”, o que qualificou como “roubo criminoso”.

O governo Biden condicionou o alívio das sanções aos acordos que Maduro fizer com a oposição nas negociações que estão ocorrendo na Cidade do México.

Os Estados Unidos deixaram de reconhecer há duas semanas a presidência interina do opositor Juan Guaidó na Venezuela, mas também não reconhecem o governo de Maduro como legítimo.

*EFE

Leia também1 Venezuela: Maduro pede que Biden suspenda sanções
2 Maduro propõe a Lula criar bloco político aliado à Rússia e China
3 Lula enviará equipe à Venezuela e deve reabrir embaixada
4 Maduro critica protestos no DF, ataca Bolsonaro e apoia lula
5 Maduro quer retomar relações da Venezuela com os EUA

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.