Leia também:
X Ucrânia diz que mais de 12 mil soldados russos já morreram

EUA detectam obras em base nuclear da Coreia do Norte

Trabalhos foram identificados pela 1ª vez desde 2018

Pleno.News - 08/03/2022 09h23 | atualizado em 08/03/2022 16h38

Kim Jong-Un, ditador da Coreia do Norte
Líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un Foto: EFE/EPA/KCNA

Especialistas dos Estados Unidos detectaram, a partir de fotos de satélite, trabalhos de construção na base de testes nucleares de Punggye-ri, na Coreia do Norte. Esta foi a primeira vez que as obras foram identificadas desde que o regime ditatorial as fechou, em maio de 2018.

A informação foi divulgada poucos dias depois que o Conselho de Segurança Nacional da Coreia do Sul afirmou que estava monitorando tanto Punggye-ri como o centro de pesquisa nuclear de Yongbyon. Esse último é o lugar do qual Pyongyang obtém combustível para bombas e que vem mostrando atividade ininterrupta desde o ano passado.

– Há construção no centro de testes nucleares norte-coreano, pela primeira vez, desde que a Coreia do Norte anunciou o fechamento e desmantelamento do local, na primavera de 2018 – escreveram Jeffrey Lewis e Dave Schmerler, do Centro James Martin para Estudos de Não Proliferação.

A informação consta no site de Lewis.

A partir de imagens de satélite registradas na sexta-feira (4), “vemos os primeiros sinais de atividade em uma nova área, incluindo a construção de um novo prédio, a reparação de outro e o que possivelmente são toras e serragem”, indicam ainda os especialistas. Eles ressaltaram que madeira é material básico na Coreia do Norte para erguer edifícios e túneis.

Esses especialistas vêm acompanhando as imagens obtidas de Punggye-ri com particular atenção desde janeiro, quando o regime sugeriu que, dado o impasse no diálogo com os EUA, está considerando encerrar sua moratória autoimposta sobre testes nucleares e de mísseis. Agora, destacam que as mudanças vistas nas fotos “ocorreram nos últimos dias”.

– Os trabalhos de construção e reparo indicam que a Coreia do Norte tomou alguma decisão sobre o status do centro de testes. Uma possibilidade é que a Coreia do Norte planeje ter o centro de testes pronto em breve para retomar seus testes de explosivos nucleares, de acordo com o declaração que a Coreia do Norte emitiu em janeiro – acrescentaram os peritos.

Os pesquisadores também asseguraram que levaria muitos meses, ou mesmo anos, até que Punggye-ri pudesse receber testes novamente, e que é difícil calcular esses prazos, pois depende da severidade dos danos nos túneis.

Punggye-ri, no nordeste da Coreia, é o local onde o regime realizou seus seis testes nucleares (o último em 2017) e Pyongyang decidiu fechá-lo, convidando jornalistas estrangeiros para ver como dinamitava as galerias subterrâneas. O acontecimento foi pouco antes da primeira cúpula entre o líder Kim Jong-un e o então presidente dos EUA, Donald Trump.

*EFE

Leia também1 Coreia do Norte lança projétil em direção ao Mar do Japão
2 Brasil fica fora da lista de países considerados inimigos da Rússia
3 Ucrânia diz que mais de 12 mil soldados russos já morreram
4 EUA determinam o envio de mais 500 soldados para a Europa
5 EUA confirmam viagem recente de delegação a Caracas

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.