Leia também:
X Presidente argentino é vacinado contra Covid-19 com Sputnik V

Estados Unidos deixam a aliança internacional contra o aborto

Novo governo apoiará ações sobre educação, saúde e direitos sexuais reprodutivos

Ana Luiza Menezes - 21/01/2021 19h40 | atualizado em 21/01/2021 20h01

Joe Biden, o novo presidente dos EUA Foto: Reprodução

Nesta quinta-feira (21), o governo dos Estados Unidos anunciou que apoiará ações sobre educação, saúde e direitos sexuais reprodutivos. O país também vai voltar a financiar organismos internacionais e organizações que trabalham com esses temas.

De acordo com o jornal o Globo, a nova postura do governo de Joe Biden acaba com a política de Donald Trump, que combatia o aborto. O anúncio indica a saída dos EUA da aliança internacional contra o aborto.

Chamada Consenso de Genebra, a aliança foi anunciada em 2020 e reuniu 32 países, como Brasil, EUA, Polônia, Iraque, indonésia, Egito, Congo, Paquistão, Arábia Saudita, entre outros.

A nova decisão do governo americano foi informada durante uma reunião da Organização Mundial da Saúde (OMS). A participação dos EUA no encontro marcou sua volta à organização. Anthony Fauci, chefe da delegação americana na reunião, disse que o governo Biden vai acabar com restrições que estavam impedindo o envio de verba para organizações que tratam de planejamento familiar.

Leia também1 'Sem data para conversar com o Brasil', diz porta-voz de Biden
2 'Biden conhece o Brasil melhor do que outro presidente'
3 Bilionário George Soros celebra chegada de Joe Biden ao poder
4 Saiba quais foram as primeiras medidas adotadas por Joe Biden
5 Biden recoloca EUA no Acordo de Paris e cancela saída da OMS

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.