Leia também:
X Salles rebate Joe Biden e fala em “hipocrisia internacional”

Eduardo condena fala de Joe Biden: “Não aceitamos ameaças”

Deputado pediu respeito ao Brasil e disse que o candidato democrata deve se preocupar com os EUA

Paulo Moura - 01/10/2020 07h28 | atualizado em 01/10/2020 08h07

Deputado federal Eduardo Bolsonaro Foto: Câmara dos Deputados/Cleia Viana

Em uma série de publicações no Twitter na noite de quarta-feira (30), o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) condenou as declarações dadas pelo candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, que ameaçou aplicar sanções ao Brasil caso o país não deixasse de desmatar a Amazônia.

Pela rede social, Eduardo, que também é presidente da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional (CREDN) da Câmara dos Deputados, pediu respeito de Biden ao Brasil e afirmou que o concorrente ao cargo de chefe de Estado americano deve se preocupar primeiro com os assuntos internos.

– A cobiça de agentes globalistas a respeito da Amazônia nunca sobrepujará os direitos naturais do Brasil. Não aceitamos ameaças, seja de quem elas se originam. Também não venderemos nossa essência, negociando a alma de nosso país. Somos soberanos e exigimos tratamento de acordo – escreveu.

Em outra postagem, o parlamentar disse ainda que Biden “botou um preço no Brasil” e que o candidato democrata, caso eleito, “empurrará sanções goela abaixo” caso o governo brasileiro não aceite as condições.

– Joe Biden botou um preço no Brasil: USD 20 bilhões. E se não aceitarmos empurrará sanções goela abaixo. Brasil é o maior país da América Latina. Imagine os demais países latinos? – completou.

Leia também1 Salles rebate Joe Biden e fala em "hipocrisia internacional"
2 "Há governador fazendo negócios com potência asiática"
3 Bolsonaro rejeita ajuda de Biden: "O Brasil não aceita subornos"
4 Mediador de debate entre Trump e Biden é alvo de críticas na web
5 Biden ameaça punir o Brasil por queimadas na Amazônia

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.